EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

"Os últimos na terra": tal como Adão e Eva num planeta destruído

"Os últimos na terra": tal como Adão e Eva num planeta destruído
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

O filme de ficção científica “Os últimos na terra” desenrola-se num futuro pós-apocalíptico, depois de uma guerra nuclear ter destruído quase toda a

PUBLICIDADE

O filme de ficção científica “Os últimos na terra” desenrola-se num futuro pós-apocalíptico, depois de uma guerra nuclear ter destruído quase toda a humanidade.

No início, há apenas dois sobreviventes: uma jovem mulher que vive sozinha e um cientista meio enlouquecido. A frágil confiança que os une é posta em causa com a chegada de uma terceira pessoa.

“Achei que iria ser um filme muito interessante. A relação entre as duas personagens é um pouco como a relação entre Adão e Eva. É uma questão muito delicada porque ninguém quer ter uma má relação com a única pessoa que resta no planeta. Não seria bom. O John é um homem muito inteligente e tenta navegar através dos seus próprios demónios pessoais e faz tudo para que a relação seja boa”, relatou Chiwetel Ejiofor, um dos atores principais do filme.

A rodagem decorreu nas terras desertas da Nova Zelândia.

“Estivemos no sul da Nova Zelândia e foi maravilhoso. Não há muitos lugares onde é possível rodar este tipo de filme. Há sítios muito bonitos mas quando começamos a filmar aparece logo uma autoestrada. Na Nova Zelândia, podemos olhar para a paisagem ao longe e parece que não há ninguém à volta, em lado nenhum”, contou o ator.

A ficção científica “Os últimos na terra”, de Craig Zobel, chega as salas de cinema portuguesas a 22 de outubro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Os grandes filmes dos Prémios do Cinema Europeu 2023

Monica Bellucci leva Maria Callas ao Festival de Cinema de Salónica

Realizador alemão Wim Wenders recebe Prémio Lumière em Lyon