EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Homenagens a Bernardo Bertolucci

Homenagens a Bernardo Bertolucci
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Celebridades de todo o mundo lamentam a morte do realizador italiano.

PUBLICIDADE

Foi um dos maiores mestres do cinema italiano mas como em todas as histórias que contou há sempre um princípio, meio e fim.

Bernardo Bertolucci morreu esta segunda-feira, aos 77 anos, vítima de cancro. Começou a carreira no mundo da sétima arte como assistente do cineasta Pier Paolo Pasolini e tornou-se mundialmente conhecido com filmes como "O Último Tango em Paris" ou "O Último Imperador", que lhe valeu nove Óscares.

Nas redes sociais, entre as múltiplas homenagens de celebridades de todo o mundo, contam-se as de Antonio Banderas, do realizador mexicano Guillermo del Toro ou de um outro mexicano, Alfonso Cuarón, que referiu que Bertolucci será para "sempre o rebelde à mesa do cinema."

Várias pessoas rumaram à câmara de Roma, onde foi colocado em câmara ardente o corpo, para prestar uma última homenagem ao realizador. Foi o caso da atriz Stefania Sandrelli que disse que Bertolucci lhe "deu a mão e a fez avançar."

O realizador Mario Martone acrescentou: "Apesar de ter abordado temas tão exigentes como importantes, dizendo sempre coisas fora do padrão com uma liberdade ideológica forte, conseguia sempre ter ligeireza."

Vittorio Storaro, diretor de fotografia, sublinhou: "Escrevia com a câmara. Não de uma forma normal, tradicional de contar uma história mas tentando sempre buscar o lado poético."

A vida e obra de Bertolucci podem agora, quem sabe, inspirar outros tantos filmes.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Os grandes filmes dos Prémios do Cinema Europeu 2023

Monica Bellucci leva Maria Callas ao Festival de Cinema de Salónica

Realizador alemão Wim Wenders recebe Prémio Lumière em Lyon