EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Livraria Lello faz anos e oferece milhares de euros por edições raras

Livraria Lello faz anos e oferece milhares de euros por edições raras
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Uma das mais famosas livrarias do mundo, a livraria Lello, no centro do Porto, e que terá servido de inspiração à autora de Harry Potter, fez 113 anos. No mesmo dia lançou ofertas de milhares de euros para adquirir a primeira edição de Os Lusíadas, de um Harry Potter e do primeiro jornal português.

PUBLICIDADE

É uma das livrarias mais famosas do mundo e sobreviveu aos tempos como um livro bem conservado. A livraria Lello, ou Livraria Chardron, celebra 113 anos de existência.

Se falassem, as paredes do número 144 da Rua das Carmelitas, no centro do Porto, revelariam um labirinto de sinais dos tempos, da história, ou de quem, simplesmente, entra à procura de uma viagem gravada em papel... desde 1906.

Uma magia contagiante que terá mesmo inspirado a autora das fabulosas histórias de Harry Potter, o mágico aprendiz de J K Rowlings.

13 de janeiro... um dia mágico... Até mesmo Luís Vaz de Camões, o poeta português quinhentista, apareceu para ver a administração da Livraria lançar uma oferta pública de aquisição de 250 mil euros por um dos primeiros exemplares do seu poema maior, Os Lusíadas, obra épica de estilo clássico sobre a epopeia das descobertas portuguesas.

A Lello oferece ainda 70 mil euros para comprar a primeira edição do livro "Harry Potter e a pedra filosofal" e mais 1500 euros para adquirir a edição número 1 da Gazeta da Restauração, o primeiro jornal português publicado em 1641.

Mais um capítulo de um conto que abriga e vai continuar a acolher muitas histórias.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Japão: Lançamento do novo romance de Murakami provoca corrida às livrarias japonesas

Art Paris 2024: a cena artística francesa no centro das atenções, com jovens talentos em destaque

Andrey Gugnin recebe o primeiro prémio de 150.000€ no Concurso Internacional de Piano Clássico 2024