This content is not available in your region

World Press Cartoon traça o "ano da pandemia"

euronews_icons_loading
World Press Cartoon traça o "ano da pandemia"
Direitos de autor  euronews
De  Rodrigo Barbosa

Em 2021, o World Press Cartoon voltou ao coração das Caldas da Rainha, uma das Cidades Creativas da UNESCO, para traçar mais um capítulo do desenho humorístico, pela mão de cartunistas dos quatro cantos do mundo.

Uma edição fortemente marcada pela pandemia de Covid-19, mas também, como já é tradição no certame, pela defesa da liberdade de imprensa e expressão.

A edição deste ano arrancou com uma sessão de caricaturas em pleno centro da cidade.

Um momento de encontro entre artistas nacionais e estrangeiros e um público que, nalguns casos, descobria pela primeira vez o desenho humorístico, antes da cerimónia oficial de entrega dos prémios, que destacam as melhores obras publicadas na imprensa escrita e na internet em 2020.

A transição de poder nos Estados Unidos, de Donald Trump para Joe Biden, e, em particular, o coronavírus dominaram este World Press Cartoon.

O albanês Agim Sulaj resumiu 2020 numa imagem, que lhe valeu o segundo prémio na categoria de Desenho de Humor.

Estava à procura de uma máscara em casa e vi três ou quatro espalhadas... E observei com olhos de artista e vi um 'zero', uma máscara com a forma de um 'zero'.

E então disse: 'Vou desenhar 2020 com máscaras' e a ideia surgiu imediatamente.
AGIM SULAJ
2º Prémio, Cartoon de Humor

Uma máscara que não conseguiu, no entanto, « sufocar » a eterna batalha do cartoon contra a censura e as restrições às liberdades.

Num ano ritmado pela crise sanitária, os cartonistas não esqueceram outra grande urgência planetária, refletida no primeiro prémio da categoria Caricatura, atribuído ao mexicano Darío Castillejos.

A caricatura é como um espelho duplo, no qual pode ser refletido o personagem desenhado, mas também onde podemos olhar para nós próprios.

Faço aqui uma caricatura de Greta Thunberg, mas também faço com que o público pense um pouco sobre a proteção do nosso planeta.

Ela aparece como um Capuchinho Vermelho, que leva no cesto não bolachas, mas o mundo, e diz-nos que temos de protegê-lo dos lobos, que estão a toda a volta.
Darío Castillejos
1º Prémio, Caricatura

Entre os temas a merecer a atenção dos cartonistas em 2020 esteve também a morte de George Floyd e o debate sobre violência policial e racismo, bem como o Brexit e o adeus a Maradona, falecido a 25 de novembro do ano passado.

Na categoria Cartoon Editorial, o primeiro prémio foi para a visão mordaz do mundo do ucraniano Konstantin Kazanchev.

É a construção do mundo numa mentira, em que todas as forças vivas da sociedade, desde o poder militar, ao poder religioso, ao poder judicial, todos partilham da mentira.

É evidente que é uma visao cáustica, mas ao mesmo tempo é uma visão que nos alerta.
António Antunes
Cartunista e diretor do World Press Cartoon

Apesar de ausente, a italiana Mariagrazia Quaranta, mais conhecida como "Gio", recebeu as honras da casa, com o primeiro prémio na categoria Desenho de Humor, bem como o Grande Prémio do World Press Cartoon 2021, com um desenho publicado no jornal online Mundiario.

Uma representação de uma impressão digital, que defende a relevância do humor gráfico nos suportes analógicos.

Acho que é um reafirmar da importância da imprensa em papel, que nos deixa uma impressão digital na nossa cultura e, no fundo, de alguma maneira, ainda que indireta, nos alerta para a decadência da imprensa em papel.

E, para além disso, este desenho foi publicado na internet, o que é curioso também.
António Antunes
Cartunista e diretor do World Press Cartoon

A exposição, que reúne desenhos escolhidos a dedo pelo júri internacional do World Press Cartoon, entre os perto de mil submetidos a concurso, está patente no Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha até ao dia 17 de Outubro.

Palmarés do World Press Cartoon 2020

Grande Prémio – Gio, Itália

Categoria Caricatura:

1º Prémio - Darío, México

2º Prémio - André Carrilho, Portugal

3º Prémio - Ivan Mata, Espanha

Categoria Cartoon Editorial:

1º Prémio - Konstantin Kazanchev, Ucrânia

2º Prémio - David Rowe, Austrália

3º Prémio - Becs, Argentina

Categoria Desenho de Humor:

1º Prémio - Gio, Itália

2º Prémio - Agim Sulaj, Albânia

3º Prémio - Goran Divac, Sérvia

Nome do jornalista • Rodrigo Barbosa