Abertura do Festival de Cannes

Festival de Cinema de Cannes
Festival de Cinema de Cannes Direitos de autor Vianney Le Caer/2022 Invision
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Mais de 35 mil cinéfilos e profíssionais são aguardados. Forest Whitaker vai receber uma Palma de Ouro

PUBLICIDADE

Atmosfera de verão na Riviera Francesa no dia de abertura do 75º Festival de Cinema de Cannes.

Mais de 35.000 cinéfilos e profissionais são esperados este ano. Após o cancelamento da edição de 2020 e o adiamento da edição de 2021 para julho devido à Covid-19; 2022 deve marcar o regresso dos norte-americanos.

O enviado da Euronews ao Festival de Cannes, Fred Ponsard, faz uma apresentação de alguns dos momentos altos que vão marcar a edição de 2022 

"O Festival de Cinema de Cannes começa esta noite, depois de duas edições marcadas pela pandemia, enquanto a guerra na Ucrânia ensombra a Europa,

Cannes é sobre glamour e as estrelas, mas é também sobre filmes de todo o mundo que falam sobre o estado do planeta e das pessoas que nele vivem.

Este ano, em competição, há filmes vindos de todos de países de todos continentes.

Da Rússia, o filme Tchaikovsky's Wife, de Kirill Serebrennikov, durante muito tempo em prisão domiciliar no prórpio país, que estará aqui este ano.

Dos Estados Unidos, o último de David Cronenberg, Crimes of the Future, com Kristen Stewart e Léa Seydoux, num futuro arrepiante e monstruoso.

E, claro, a Europa, com uma boa representação de nada menos que 14 filmes vindos, por exemplo, de França, Itália, Espanha, Bélgica, Roménia ou da Suécia...

Uma Palma de Ouro honorária será concedida a Forest Whitaker pela incrível carreira como ator, mas também como produtor engajado, já que ele chega à Croisette com o documentário sobre o Sudão, For the sake of peace.

Outro norte-americano também será homenageado: Tom Cruise, por Top Gun Maverick, vai estar no tapete vermelho amanhã; um encontro aguardado por milhares de fãs.

Por fim, temos Coupez! Final Cut, do realizador francês Michel Hazavanicius, que vai abrir o Festival esta noite. O filme é uma homenagem maluca aos filmes de zombies. Era para se chamar "Z", mas tendo em conta a utilização da letra pelo exército russo, o realizador preferiu mudar o título para evitar qualquer confusão.

Cinema e política nunca estão muito distantes, e essa é também a importância do Festival de Cannes"

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Forest Whitaker distinguido com a Palma de Honra em Cannes

Festival de Cannes apresenta cartaz oficial da 75ª edição

Exemplar raro de banda desenhada com a estreia do Super-Homem vendido por valor recorde de 5,5 milhões de euros