This content is not available in your region

Uma nova vaga de arte alternativa tomou conta do Azerbaijão

Uma nova vaga de arte alternativa tomou conta do Azerbaijão
De  Paul Hackett

Durante o domínio soviético, antes da independência do Azerbaijão, os pintores cujas criações se desviaram do que era visto como sendo ortodoxia artística eram frequentemente silenciados. O recente renascimento deste cenário artístico alternativo deve-se em parte ao Museu de Arte Moderna de Baku, casa de uma série de trabalhos de artistas contemporâneos do país, incluindo Rasim Babyaev.

Um dos artistas azeris do período soviético, que não foi favorecido pelo governo soviético, foi Rasim Babayev. Numa das exposições,as autoridades informaram-no que a exposição só poderia ser inaugurada se ele retirasse alguns dos seus quadros. O artista disse: "Por amor de Deus, assimo farei". Se algumas pequenas obras são uma ameaça para um Estado tão poderoso como a União Soviética, então que sejam removidas".
Dilara Vagabova
Crítica de Arte

Inaugurado na capital em 2009, o Museu de Baku alberga mais de 800 obras de arte de vanguarda.

A coleção inclui obras-primas de artistas azeris de renome, tais como Sattar Bahlulzade, Boyukaga Mirzazade, Elmira Shakhtakhtinskaya, Tahir Salakhov.

Várias criações proeminentes de artistas ocidentais estão também em exposição, nomeadamente de Salvador Dali, Pablo Picasso e Marc Chagall.

A coleção é periodicamente atualizada com novas pinturas, esculturas, e exposições.

Entre as numerosas obras expostas no nosso museu, o trabalho da artista de vanguarda Aida Makhmudova atrai grande atenção dos visitantes. Ela utiliza este material pouco convencional no seu trabalho, como carvão vegetal, resina e espuma de construção. Esta técnica tem um efeito 3-D.

Construído pelo arquiteto francês Jean Nouvel, o design multidimensional invulgar do Museu de Arte Moderna foi inspirado pelo artista do Azerbaijão Altay Sadikh-zadeh.

Um lugar popular tanto entre os amantes da arte como entre os turistas, é hoje uma das principais atrações culturais da capital.

Para um conhecido artista local, o museu e a área circundante de Baku são uma fonte constante de inspiração.

Eu retrato na minha pintura o efeito da presença humana na natureza sem mostrar o homem.
Batunay Hagverdiyev
Artista
Euronews
Batunay Hagverdiyev, ArtistaEuronews

Localizado num dos bairros mais movimentados de Baku, o museu está no centro da cena artística contemporânea do Azerbaijão que encontrou um vigor renovado ao longo da última década.