Paul Smith preparou exposição para os 50 anos da morte de Picasso

Picasso morreu no dia 8 de abril de 1973
Picasso morreu no dia 8 de abril de 1973 Direitos de autor Seth Wenig/Copyright 2022 The AP. All rights reserved.
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Para assinalar os 50 anos da morte de Picasso, o Museu Nacional Picasso-Paris convidou o designer britânico Paul Smith para ser o curador de uma exposição excecional que mostra o acervo da instituição.

PUBLICIDADE

Para assinalar os 50 anos da morte de Picasso, o Museu Nacional Picasso-Paris convidou o designer britânico Paul Smith para ser o curador de uma exposição excecional que mostra o acervo da instituição.

A abordagem do designer convida os visitantes a verem as obras através de lentes contemporâneas, destacando a relevância da obra de Picasso na atualidade.

"A visão (de Paul Smith) costuma ser tingida com muito humor e uma forma de distância e leveza. E queríamos mostrar a obra de Picasso de uma forma ligeiramente nova, um pouco excêntrica, talvez com menos sacralidade", diz Cécile Debray, diretora do Museu Nacional Picasso-Paris. 

Obras de outros artistas também estão expostas no Museu Nacional Picasso-Paris. Guillermo Kuitca, Obi Okigbo, Mickalene Thomas e Chéri Samba tentam reinterpretar o trabalho de Picasso.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Exposição em Madrid explora relação entre Picasso e uma das suas maiores influências

Bélgica assinala centenário do Surrealismo

Doze obras de arte salvas da guerra na Ucrânia, expostas em Berlim