EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Adeus à "autoestrada para o inferno" na Polónia

A linha de autocarros polaca recebeu um novo número após queixas de grupos cristãos conservadores
A linha de autocarros polaca recebeu um novo número após queixas de grupos cristãos conservadores Direitos de autor Twitter
Direitos de autor Twitter
De  David Mouriquand
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Deixou de circular a linha de autocarros que operava com o número 666 desde 2006.

PUBLICIDADE

A partir da próxima semana, deixa de existir o autocarro 666 com destino à popular estância balnear polaca de Hel. O operador local de transportes públicos alterou o número do serviço. Não o fez apenas por causa do nome "Hel", mas na sequência de críticas de grupos religiosos conservadores, que classificaram de "estupidez satânica" a associação do "número da besta" bíblico com o nome Inferno (Hell em inglês).

A publicação católica Fronda ridicularizou a utilização do número e afirmou que o inferno é "a negação da humanidade", bem como "a morte e o sofrimento eternos". "Só se pode rir desta realidade se simplesmente não se compreende o que ela é", escreveu o grupo, num artigo, em 2018. O grupo classificou a rota do autocarro como "propaganda anticristã escandalosa", considerando que era "apenas a ponta do iceberg de um problema muito maior".

Twitter
Autocarro 666 para HelTwitter

A linha de autocarro era há muito considerada uma piada inofensiva por turistas e habitantes locais - bem como uma excelente (e gratuita) tática de marketing para promover Hel. Mas a empresa PKS Gdynia cedeu.

"O conselho de administração cedeu ao peso das cartas e dos pedidos que nos foram enviados, talvez não em grande número, mas ciclicamente, durante muitos anos, com um pedido de alteração do número da linha", disse Marcin Szwaczyk, porta-voz da PKS Gdynia.

Hel é um destino popular para os turistas, por causa das suas (ironicamente) paradisíacas praias de areia e florestas de pinheiros. Os visitantes continuarão a poder apanhar o autocarro para Hel e regressar com o novo serviço 669, a partir de 24 de junho.

PKS Gdynia - Facebook
O novo número do autocarroPKS Gdynia - Facebook

A mudança provocou alguma indignação e houve pedidos para manter o número original. Szwaczyk disse que a rota 666 pode regressar se os passageiros o exigirem. "Se, de facto, a resposta for suficientemente grande e forte para restabelecer a linha 666, parece-me que vamos ouvir os nossos passageiros e mudar este número", afirmou.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Apenas autocarros não poluentes a partir de 2027?

Autocarro que se transforma em comboio pode ajudar localidades envelhecidas

Autocarros turísticos têm os dias contados em Paris