EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Confirmada greve dos atores de Hollywood

Atores Tina Fey e Fred Armisen solidários com greve dos argumentistas
Atores Tina Fey e Fred Armisen solidários com greve dos argumentistas Direitos de autor AP Photo/Bebeto Matthews, Arquivo
Direitos de autor AP Photo/Bebeto Matthews, Arquivo
De  Francisco Marques
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Acordo laboral com os estúdios expirou quarta-feira e o acordo de renovação falhou. Fique a saber porque podem os atores parar a sétima arte americana

PUBLICIDADE

Melhores salários, incluindo os chamados pagamentos residuais pela difusão na televisão ou em plataformas de streaming, e proteção perante o crescimento da inteligência artificial são as exigências que levam os atores de Hollywood a uma greve histórica nos Estados Unidos, confirmada pelos sindicatos esta quinta-feira à noite.

O contrato com os estúdios expirou na quarta-feira à meia-noite e o acordo para a renovação falhou. Os negociadores recomendaram aos atores juntarem-se à greve dos argumentistas. A decisão de avançar com a greve foi votada pelo sindicato que junta mais de 160 mil atores.

"O que estaríamos a protestar se fizermos greve é muito importante. Temos de proteger as pessoas que estão mais vulneráveis e 26 mil dólares por ano é o que precisamos de ganhar para ter um seguro de saúde. É com esses pagamentos residuais que muitas pessoas conseguem ultrapassar esse limiar. Se esses pagamentos acabarem, o mesmo acontece com os cuidados de saúde e isso é absolutamente inaceitável", defendeu o ator Matt Damon, que viu a estreia de "Oppenheimer", em Londres, ser antecipada para que pudesse participar sem furar o pré-aviso de greve.

Esta é a primeira dupla greve a afetar a o cinema americano em mais de 60 anos e ameaça travar a produção de séries e adiar as grandes estreias já agendadas para este verão e no outono.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Atores e guionistas determinados no "braço de ferro" com estúdios de Hollywood

Cannes 2024: 'Anora', uma 'Pretty Woman' do século XXI

A Suíça pode ter vencido a Eurovisão, mas será que os números do streaming revelam uma outra versão?