This content is not available in your region

Tecnologia em prol do ambiente em debate na COP27

Cop27 conta com diversidade de eventos.
Cop27 conta com diversidade de eventos.   -   Direitos de autor  Peter Dejong/Copyright 2022 The AP. All rights reserved   -  
De  Euronews

Na COP27, a decorrer no Egito, prosseguem as negociações políticas em torno do ambiente, mas não só. Há também espaço para eventos paralelos,centrados em vários projetos e iniciativas inovadoras.

A empresa suíça Climworks desenvolveu, por exemplo, uma tecnologia para extrair CO2 da atmosfera e teve espaço para apresentar o projeto.

Louis Uzor, Gestor da Política Climática da empresa Climeworks, explicou um pouco mais sobre a tecnologia desenvolvida pela empresa.

"Tornou-se cada vez mais claro que, para atingir os objetivos de temperatura estabelecidos no Acordo de Paris, temos de fazer algo. Em primeiro lugar, a redução maciça das emissões a uma escala sem precedentes. Mas precisamos também de empregar tecnologias de grande escala que possam remover o CO2 da atmosfera", explicou.

Andrew Kravchenko/Copyright 2022 The AP. All rights reserved.
Louis Uzor em entrevista à RFI.Andrew Kravchenko/Copyright 2022 The AP. All rights reserved.

Estas discussões paralelas, em eventos específicos integrados na COP, são também uma oportunidade para examinar os prós e contras das soluções propostas.

Um dos temas abordados foi a plantação de árvores, que é fundamental para combater as alterações climáticas, mas, de acordo com os peritos, esta estratégia deve fazer parte de uma abordagem mais ampla.

Pina Gervassi, diretora de clima e restauração, da ONG Conselho de Gestão Florestal, falou sobre este assunto.

"A plantação de árvores pode, evidentemente, ser uma solução do ponto de vista do mercado, também do ponto de vista do ecossistema. As outras soluções estão relacionadas com a conservação da floresta, com o manter os ecossistemas tal como eles são e preservá-los ao longo do tempo", começou por referir.

Euronews
Pina Gervassi.Euronews

Depois, a especialista falou sobre a temática da restauração das florestas degradadas. "Precisamos de restaurar e assegurar que as florestas degradadas se tornem eficientes, não só do ponto de vista produtivo mas também do ponto de vista do ecossistema e do ponto de vista ecológico e social", complementou.

Estes acontecimentos não influenciam diretamente as negociações entre governos e organismos mundiais, mas contribuem para o debate climático entre os políticos, a sociedade civil e a indústria.