António Guterres quer acordo de paz com a Natureza

António Guterres quer acordo de paz com a natureza
António Guterres quer acordo de paz com a natureza   -   Direitos de autor  Paul Chiasson/AP
De  Bruno Sousa

Nem só de jovens se faz a cimeira da juventude e António Guterres foi o principal destaque no evento que antecedeu a Cimeira da Biodiversidade em Montreal. O Secretário-geral da ONU encontrou-se com as novas gerações e garantiu-lhes que não teriam de ser elas a pagar os estragos cometidos pelos atuais líderes, apelando a um acordo de paz com a natureza.

Swetha Stotra Bhashyam, ativista na Global Youth Biodiversity Network, foi uma das jovens presentes na cidade canadiana, disse que Guterres tinha levantado pontos interessantes mas que o seu discurso ainda mostrava uma certa desconexão com o pensamento dos jovens, nomeadamente com a iniciativa 30 por 30 para levar os governos a designar 30% do seu território como área protegida até 2030.

Para Frédérick Chir, coordenador da Fundação Séthy, a presença do líder das Nações Unidas, e também de vários membros do governo canadiano, mostrou aos jovens que os decisores políticos estavam empenhados para resolver o problema.

O primeiro-ministro Justin Trudeau não podia faltar, o seu discurso foi marcado pela ação de protesto da comunidade indígena, que se manifestou com um argumento de peso: se querem salvar a biodiversidade, parem de invadir as nossas terras.