EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Cientistas gravam o som de plantas angustiadas

Experiência foi feita com vários tipos de plantas
Experiência foi feita com vários tipos de plantas Direitos de autor Crystal Jo
Direitos de autor Crystal Jo
De  Rebecca Ann Hughes
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Para que servem os sons, impercetíveis para o ouvido humano, emitidos por algumas plantas? Cientistas em Israel tentam encontrar respostas.

PUBLICIDADE

Embora possam não ser audíveis para os ouvidos humanos, as plantas produzem ruídos. Investigadores em Israel descobriram que as plantas fazem um som de alta frequência quando são colocadas sob stress.

Durante um estudo de seis anos, os investigadores ouviram uma variedade de plantas, incluindo tomates, videiras, tabaco e trigo.

As plantas faziam ruídos quando eram cortadas ou quando estavam com sede. Mas os investigadores dizem que é necessário fazer mais análises para descobrir a razão.

Será que as plantas fazem barulho quando sofrem?

Investigadores da Universidade de Telavive em Israel encontraram provas de que as plantas fazem ruídos quando estão sob stresse.

As suas conclusões foram publicadas esta semana na revista Cell Press

Os cientistas dizem que a frequência do som é demasiado elevada para os ouvidos humanos, mas pode ser ouvida por insetos ou mamíferos.

É este o som de um tomateiro

Como é que os investigadores gravaram o som das plantas?

Os investigadores utilizaram microfones para gravar plantas saudáveis e stressadas: "Gravámos os sons emitidos pelas plantas, utilizámos sobretudo tomate e tabaco, mas também gravámos milho, trigo, videira e catos", diz a autora principal Lilach Hadany.

Hadany explica que a equipa utilizou métodos diferentes para angustiar as plantas: "Utilizámos principalmente duas tensões, secando a planta e cortando-a com uma tesoura, e em ambos os casos emitiam sons. Durante a desidratação, se pararmos de regar a planta, ela começou a emitir um som, cerca do segundo dia de pico".

As gravações foram feitas numa câmara acústica insonorizada com ambiente de estufa.

Depois de gravarem as plantas, os investigadores experimentaram um algoritmo de machine learning para diferenciar entre plantas sem stress, plantas sedentas e plantas cortadas.

Tomaram vários exemplos dos sons ultrassónicos, compilaram-nos num pequeno espaço de tempo e alteraram a frequência de modo a que fosse audível para a audição humana.

De acordo com Hadany, as vibrações ultrassónicas já foram gravadas de plantas antes, mas não quando transmitidas através do ar.

Será que as plantas comunicam através do som?

Os cientistas acreditam que mais investigação poderia revelar mais sobre a forma como as plantas interagem com o seu ambiente.

Se alguém dissesse que só porque não conseguimos ouvir as plantas, isso não significa que elas estejam silenciosas para outras formas de vida.

Insetos como as traças, ou mamíferos como os morcegos e ratos podem ouvir as plantas. Mas a razão pela qual as plantas fazem barulho é "uma questão interessante que ainda não é clara".

"Há duas opções, amais entusiasmante é que os sons são usados para a comunicação, mas há também a opção de que são um subproduto dos processos fisiológicos", explica Hadany.

O que também ainda não está claro é se as plantas emissoras de som esperam distrair os predadores ou atrair os polinizadores: "Assim, podemos pensar numa traça fêmea que pretende pôr ovos. Pode pôr ovos num tomate, e agora há vários arbustos de tomate, alguns deles estão a emitir som e outros não", diz Hadany. "Preferiria os que emitem sons ou os que não emitem? Isto é algo para o qual estamos a olhar, neste momento", refere.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tomates faladores e lagartas esfomeadas: Cientistas desvendam segredos sobre comunicação entre plantas

Plantix: As plantas vão ao médico através de uma app

Inundações ameaçam um em cada oito europeus e 11% dos hospitais