EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Rótulos de "neutralidade climática" vão ser proibidos na UE, mas porquê?

Rótulos de "neutralidade climática" vão ser proibidos na UE, mas porquê?
Direitos de autor euronews
Direitos de autor euronews
De  Cyril Fourneris
Publicado a
Partilhe esta notícia
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Miriam Thiemann, responsável de Política para Consumo Sustentável da Organização Europeia de Consumidores (BEUC), explica à Euronews que termos como "neutro em carbono" muitas vezes dependem do pagamento de uma compensação.

“Neste momento, podemos ter quase a impressão de poder consumir e comprar tudo o que queremos com neutralidade carbónica”, diz Miriam Thiemann, numa entrevista à Euronews.

Mas a responsável de Política para Consumo Sustentável da  BEUC avisa que muitos destes rótulos são, muitas vezes, resultado de uma transação, não havendo um verdadeiro esforço por parte da empresa produtora. 

“Uma empresa paga a outro fornecedor pelos chamados créditos de carbono. E isto significa que outro projeto noutro sítio está supostamente a fazer alguma coisa para reduzir as emissões ou retirar emissões”, explica Thiemann.

“Há muitas questões à volta disso, em primeiro lugar do ponto de vista científico. Além disso, há muitas dúvidas sobre esses fornecedores de compensações de carbono”, acrescenta.

Além disso, a responsável diz que as empresas acabam por confiar e não se esforçaram para reduzir as emissões.

“Isto pode até desacelerar a redução de emissões porque as empresas podem simplesmente pagar por isto em vez de tomar verdadeiras medidas”, explica Miriam Thiemann.

Este tipo de medidas pode terminar em 2026, quando entrar em vigor uma diretiva da União Europeia paracombater o greenwashing. As novas regras vão exigir que os produtos não possam dizer que são completamente verdes ou ecológicos, a não ser que o expliquem detalhadamente.

Partilhe esta notícia