Reino Unido: Cameron autoriza membros do governo a fazerem campanha pelo "Brexit"

Reino Unido: Cameron autoriza membros do governo a fazerem campanha pelo "Brexit"
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

David Cameron vai dar liberdade aos ministros britânicos para que façam campanha a favor ou contra a permanência do Reino Unido na União Europeia.

PUBLICIDADE

David Cameron vai dar liberdade aos ministros britânicos para que façam campanha a favor ou contra a permanência do Reino Unido na União Europeia. O referendo sobre o chamado “Brexit” deve ocorreu até ao final de 2017.
A informação sobre esta decisão foi avançada esta terça-feira pela BBC e confirmada pelo próprio primeiro-ministro britânico no Parlamento.

David Cameron to announce that UK ministers will be allowed to campaign for either side ahead of the EU referendum https://t.co/uV0QWNGfEG

— BBC Breaking News (@BBCBreaking) 5 janeiro 2016

Este anúncio surge depois de se saber que vários membros do governo defendem a saída da União. Mas existe uma condição: os ministros só podem pronunciar-se em qualquer dos sentidos depois de serem conhecidos os resultados da renegociação dos termos da adesão britânica na União Europeia, o que deve acontecer na Cimeira Europeia marcada para 18 e 19 de fevereiro.

Recorde-se que David Cameron vai pedir aos restantes líderes europeus que sejam garantidos os direitos dos países da União que estão fora da moeda única; o Reino Unido quer ficar fora dos próximos passos para uma maior integração europeia; Cameron quer potencializar a competitividade do mercado único, e, além disso, o governo britânico quer ter poder para impôr limites às ajudas sociais que dá aos imigrantes europeus.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Política da UE. Parlamento Europeu terá novas regras mas há poucas mudanças para as mulheres

Líderes da UE sob pressão de Zelenskyy para reforçar as defesas aéreas da Ucrânia

Debate sobre o futuro do Pacto Ecológico reacende profundas divisões