EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

EU-G7: "Queremos construir pontes e não muros", Juncker

EU-G7: "Queremos construir pontes e não muros", Juncker
Direitos de autor 
De  Nara Madeira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Europa espera que G7 sirva para resolver divergências com EUA.

PUBLICIDADE

A Rússia, as alterações climáticas e a migração são os principais temas que dividem União Europeia e administração dos EUA.

Do lado europeu, espera-se que as divergências possam ser resolvidas, pelo menos algumas delas, durante a cimeira do G7, que decorre Taormina, na Sicília:

“Enquanto europeus, acreditamos em sociedades abertas e estamos sempre à procura de soluções multilaterais. Queremos construir pontes e não muros, mas temos de entender aqueles que, na Europa e em outros lugares, não veem como funciona a globalização”, adiantou o Presidente da Comissão Europeia Jean-Claude Juncker.

Sobre a questão russa as diferenças entre os dois lados, são ainda grandes. Donald Tusk é menos otimista no que diz respeito às intenções de Moscovo:

“Eu sou menos otimista no que diz respeito aos planos e intenções do presidente Putin, talvez menos sentimental. Por agora, penso que é realista dizer que podemos continuar a nossa política comum em relação à Rússia, incluindo as sanções e o Acordo de Minsk”, explicou o Presidente do Conselho Europeu.

O problema do terrorismo é outro que estará em cima da mesa neste encontro das sete economias mais industrializadas do planeta.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Falta de licença parental "desencoraja" jovens de se candidatarem às eleições

126 milhões de euros em apoio militar para a Ucrânia ainda este ano, promete Portugal

Antigo chefe dos serviços secretos holandeses deverá ser o novo primeiro-ministro dos Países Baixos