This content is not available in your region

Nova lei sobre detenção de migrantes pela polícia belga em fase final

Access to the comments Comentários
De  Isabel Silva
Nova lei sobre detenção de migrantes pela polícia belga em fase final

O Parlamento federal da Bélgica votará, quarta-feira, uma proposta de lei que permitirá à polícia entrar na casa de cidadãos que alberguem migrantes que tenham recebido ordem de deportação.

"Cabe aos juízes de instrução darem à polícia o mandado para entrar nas residências, mas quero insistir na nuance de que apenas podem entrar nas casas. Não podem fazer revista e apreensão de documentos. Apenas tentamos ser mais eficientes na detenção", explicou, à euronews, Sarah Smeyers, uma deputada do NVA, partido ultraconservador na coligação de governo.

A proposta foi criticada pela Liga dos Direitos Humanos e pelo Sindicato dos Magistrados por violar o direito à privacidade dos cidadãos que querem ser solidários com os migrantes.

Anouk Van Gestel, uma jornalista belga que albergou um requerente de asilo menor de idade, contou à euronews que "vi entrar pelo porta, às cinco horas da manhã, sete homens armados e com coletes à prova de bala".

"Ficaram sete horas sem sequer me comunicarem o motivo da busca. Sou jornalista e eles levaram material profissional, nomeadamente gravador de som, telemóvel, dois computadores, etc. Isso foi há três meses e ainda não tenho notícias"

O jovem em causa está em via de receber o estatuto de refugiado.