EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

"Breves de Bruxelas": Ameaças híbridas, nomeação de Goulard

"Breves de Bruxelas": Ameaças híbridas, nomeação de Goulard
Direitos de autor Kacper Pempel
Direitos de autor Kacper Pempel
De  Isabel Marques da Silva
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As ameaças híbridas à segurança interna da União Europeia domina a agenda dos ministros da Defesa numa reunião informal, em Helsínquia (Finlândia), quarta e quinta-feira, presidida pela chefe da diplomacia comunitária, Federica Mogherini. e está em destaque nas "Breves de Bruxelas".

PUBLICIDADE

As ameaças híbridas à segurança interna da União Europeia domina a agenda dos ministros da Defesa numa reunião informal, em Helsínquia (Finlândia), quarta e quinta-feira, presidida pela chefe da diplomacia comunitária, Federica Mogherini.

Estas ameaças vão desde os ataques através Internet contra infraestruturas, ao uso de armas químicas, aos atos terroristas, à disseminação de notícias falsas, entre muitas outras táticas.

Este é o tema de abertura do programa "Breves de Bruxelas", que passa em revista a atualidade comunitária. Em destaque estão, também, as seguintes notícias:

  • A França nomeou Sylvie Goulard para comissária europeia, sendo mais uma mulher para ajudar a obter o objetivo da paridade desejado pela presidente-eleita do executivo europeu, Ursula von der Leyen. Atualmente vice-governadora do Banco de França, Sylvie Goulard foi ministra e eurodeputada, tendo especialização em economia.
  • Para encontrar medidas urgentes de resposta ao excesso de tráfego na auto-estrada Brenner, a Comissão Europeia organizou uma reunião de crise, em Bruxelas. Esta importante rota europeia liga a cidade de Innsbruck, na Áustria, à de Modena, na Itália. Ente as poss´veissoluçõess está limitar a circulação de pesados ao fim de semana e de noite, e proibir os veículos mais poluentes.
Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

UE debate ameaças híbridas à segurança

França nomeou Sylvie Goulard para comissária europeia

Portugal nomeia Elisa Ferreira para comissária europeia