EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Bruxelas quer um só carregador para vários dispositivos

Bruxelas quer um só carregador para vários dispositivos
Direitos de autor Alexis HAULOT/ European Union 2020 - Source : EP
Direitos de autor Alexis HAULOT/ European Union 2020 - Source : EP
De  Pedro Sacadura
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Proposta da Comissão Europeia pretende contribuir para redução do peso do lixo eletrónico na UE

PUBLICIDADE

Um carregador universal ao serviço de vários equipamentos. Bruxelas quer que a ideia, que não é nova, saia finalmente do papel.

A proposta legislativa, hoje apresentada, agrada a trabalhadores sempre em movimento, como o consultor informático Rodrigo Costa: "Desloco-me muito. Trabalho num espaço de co-working. Por isso, transporto sempre o meu equipamento. A proposta também é [benéfica] em termos financeiros, porque se tiver um único carregador para tudo significa que não tenho de comprar a toda a hora carregadores para os equipamentos que uso."

Ao abrigo da proposta da Comissão Europeia, carregadores para smartphones, tablets, auriculares, alto-falantes portáteis, máquinas fotográficas ou consolas passam a ser os mesmos.

A ideia pretende ajudar a cortar a montanha crescente de lixo eletrónico.

"A proposta é boa para o ambiente, porque todos temos em casa bastantes carregadores que não usamos. Passaremos a ter, assim esperamos, apenas um. Vamos economizar bastante, não apenas nos resíduos, mas também reduzir as emissões de C02", sublinhou o comissário europeu com a pasta do Mercado Interno, Thierry Breton.

Apple fala em asfixia da inovação

Os planos da Comissão esbarram na resistência de gigantes como a Apple. O gigante da indústria tecnológica poderá ser forçado a alinhar-se com os rivais se a harmonização das portas de carregamento e da tecnologia de carregamento rápido forem adiante.

A Apple poderá ter de abandonar o exclusivo sistema Lightning a favor de uma ligação USB-C, usada em aparelhos rivais Android.

À Euronews, a empresa disse que receia que a proposta de regulação - que ainda precisa de ser adotada pelo Parlamento Europeu e pelo Conselho da União Europeia - "sufoque a inovação em vez de encorajá-la, o que poderia ser prejudicial para os consumidores da Europa e do mundo."

Mas a ANEC, a organização europeia de defesa dos consumidores em matéria de padronização, diz que será mais justo para os mesmos e que a proposta deveria ser alargada aos carregadores sem fios.

Se tudo avançar sem percalços, 2024 pode ser o ano da mudança.

Carregadores vendidos à parte

Bruxelas também quer separar a venda dos carregadores da comercialização de dispositivos eletrónicos, tal como já fazem marcas como Apple ou Samsung. A proposta também foi apresentada.

É um empurrão adicional para travar o impacto ambiental e combater o problema do lixo eletrónico, que é o que cresce mais rapidamente na União Europeia. Menos de 40% é reciclado, de acordo com estatísticas do Parlamento Europeu.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Um carregador para vários dispositivos. Parlamento Europeu diz "sim"

Viktor Orbán acusa líder do Partido Popular Europeu de ser "hungarofóbico"

'Les Bleus' unem uma França dividida perante as próximas eleições