This content is not available in your region

Turismo sustentável no Ártico Europeu

De  Aurora Velez
euronews_icons_loading
Turismo sustentável no Ártico Europeu
Direitos de autor  euronews

O Ártico Europeu é, cada vez mais, um destino turístico popular. Levar a descobrir as majestosas e remotas paisagens do Extremo Norte - Finlândia, Suécia e Noruega - é o objetivo da Visit Artic Europe (VAE). De momento, de acordo com os organizadores, este projeto europeu não foi impactado pelo atual clima geopolítico.

Depois de uma hora de motoneve, um grupo de turistas está perto do Círculo Ártico. Vão descobrir a pesca tradicional num lago congelado. A família de Kévin Pépin tem vindo a preparar esta viagem há anos: "É a minha primeira vez. Na verdade, o que me atraiu foram os amplos espaços abertos e a beleza da paisagem. Sobretudo depois dos belos passeios e coisas como estar agora a pescar no gelo. Ainda não pesquei, mas tenho a certeza que vou conseguir", conta-nos o turista francês.

A Visit Artic Europe reúne pacotes turísticos variados e transfronteiriços, sempre com agentes turísticos da região, tais como a quinta de renas de Miia Ylinampa, uma mulher Sami. Para ela, é importante que os turistas compreendam o modo de vida deste povo indígena antes da viagem de trenó. 

"Temos a nossa própria língua, que é falada por 500 pessoas. Somos uma minoria muito pequena. Estas cores mostram que eu sou Inari Sami. Na nossa cultura, é muito importante respeitar a natureza. Por conseguinte, penso que é importante partilhá-la com as pessoas e mostrar que existimos. Somos o único povo nativo na zona norte da União Europeia", explica.

É importante partilhar a nossa cultura com as pessoas e mostrar que existimos.
Miia Ynilampa
Mulher da etnia Sami

O projeto reuniu 120 empresas e uma dúzia de operadores turísticos. Desde a criação, quase 99 mil pessoas já visitaram a região. O orçamento total do projecto ascende a 12,8 milhões de euros, com o apoio do programa europeu Interreg Nord na Finlândia, Suécia e Noruega.

Visa fazer do Ártico um destino turístico competitivo e sustentável durante todo o ano. A casa oficial do Pai Natal em Rovaniemi é outro local de visita obrigatória na rota. O simpático velhote recebe visitantes de todo o mundo e tem uma mensagem para todos nós.

Agora que o Natal já passou e tem mais tempo para dar entrevistas, falou em exclusivo para a Euronews: "Penso que estes poucos anos têm sido muito difíceis para as crianças. espero que elas tenham aberto os olhos para o mundo, façam muitas perguntas aos adultos e e obtenham as respostas", disse Santa Claus, também conhecido como Pai Natal.

Mas o Ártico é um ecossistema frágil. Como se combina turismo e sustentabilidade? Cada empresa participante está a implementar ações nesse sentido, como aqui, com o uso de motores menos poluentes. As melhores práticas serão destacadas em Agosto deste ano e partilhadas pelos três países participantes.