EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Consequências da mudança de ecossistema no Lago Constança

Em parceria com The European Commission
Consequências da mudança de ecossistema no Lago Constança
Direitos de autor euronews
Direitos de autor euronews
De  Aurora Velez
Publicado a
Partilhe esta notícia
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Um perito que estuda o fenómeno explica à Euronews o que muda para pescadores, mergulhadores e quem explora a água potável do lago.

Como é que o ecossistema do Lago Constança  é atingido?

Piet Spaak, cientista sénior e líder do projeto de estudo, dá-nos uma resposta:

"Se é pescador, é catastrófico porque perde o seu negócio, já não tem dinheiro para viver. É uma catástrofe. Se está a produzir água potável, é um grande problema porque os seus canos são apanhados por mexilhões quagga. Tem de fazer investimentos, mas pode limpá-los. E a água continua a ser de alta qualidade. Portanto, é um problema que pode resolver. É um custo económico, mas é exequível. Se é mergulhador e gosta de nadar na água e de ver as estruturas debaixo de água, talvez se sinta feliz porque a água é mais clara. Por isso, depende totalmente do que faz, em que posição está.

Não se pode generalizar e dizer que isto é mau ou que isto é bom. Mas se olharem para o ecossistema, se me perguntarem como biólogo, como ecologista aquático, então não fico nada contente. Porque o ecossistema mudou e mudou de uma forma que não pode ser alterada. É uma catástrofe para o ecossistema, mas talvez não para todos os utilizadores do ecossistema. Espero que os políticos e a sociedade tomem medidas para que o que temos agora no Lago Constança não aconteça em todos os lagos pré-alpinos europeus".

Partilhe esta notícia