EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Um jovem foi detido em França por suspeita de planear um atentado nos Jogos Olímpicos de Paris

O Stade de France é mostrado durante uma visita guiada antes dos Jogos Olímpicos, a 7 de maio de 2024
O Stade de France é mostrado durante uma visita guiada antes dos Jogos Olímpicos, a 7 de maio de 2024 Direitos de autor David J. Phillip/Copyright 2024 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor David J. Phillip/Copyright 2024 The AP. All rights reserved.
De  Euronews com AP
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied
Artigo publicado originalmente em inglês

Um jovem de 18 anos da Chechénia foi detido por suspeita de estar por detrás de um plano para atingir espetadores e polícias em jogos de futebol em Saint-Etienne e morrer como "mártir".

PUBLICIDADE

As autoridades francesas anunciaram na sexta-feira que tinham frustrado o plano de um atentado durante os Jogos Olímpicos, que decorrem de 26 de julho a 11 de agosto.

Segundo a Procuradoria Nacional Anti-Terrorista (PNAT), um checheno de 18 anos tencionava atacar “concentrações de adeptos à margem dos eventos desportivos que se realizam em Saint-Etienne durante os Jogos Olímpicos”. Tudo isto “em nome da ideologia jihadista do grupo Estado Islâmico”.

Estão previstas seis partidas de futebol dos torneios masculino e feminino dos Jogos Olímpicos de Paris, no estádio Geoffrey-Guichard, em Saint-Étienne.

O jovem foi detido a 22 de maio pela DGSI, acusado a 26 de maio e colocado em prisão preventiva. O presumível atacante tinha como objetivo atingir adeptos e polícias.

O Ministro do Interior francês, Gérald Darmanin, elogiou a eficácia dos serviços de informações, afirmando que este foi o 50.º atentado frustrado em França desde 2017.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

'Chefs' premiados vão servir refeições gourmet nos Jogos Olímpicos de Paris

Presidente da Argentina recebe medalha de ouro em Madrid, sem direito a honras de Estado

Barcelona vai acabar com o Alojamento Local. Em Portugal, medidas do “Mais Habitação” são revogadas