EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Zelenskyy acusa China de pressionar outros países a não participar nas próximas negociações de paz

Zelenskyy falava durante o fórum de defesa de Shangri-La em Singapura
Zelenskyy falava durante o fórum de defesa de Shangri-La em Singapura Direitos de autor Vincent Thian/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Vincent Thian/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Em conferência de imprensa no fórum de defesa de Shangri-La em Singapura, Zelenskyy disse que a China está a pressionar outros países e líderes a não participarem nas próximas negociações.

PUBLICIDADE

O Presidente ucraniano Volodymr Zelenskyy acusou a China de ajudar a Rússia a boicotar a próxima conferência para as negociações de paz sobre a guerra na Ucrânia. 

Em conferência de imprensa no fórum de defesa de Shangri-La em Singapura, Zelenskyy disse que a China está a pressionar outros países a não participarem nas próximas negociações que vão decorrer na Suíça.  

"A Rússia, usando a influência chinesa na região, usando diplomatas chineses também, faz de tudo para boicotar a conferência de paz", denunciou, lamentando que "um país tão grande, independente e poderoso como a China seja um instrumento nas mãos de Putin".  

Durante a conferência, Zelenskyy pediu aos altos funcionários de defesa para participarem nas negociações, revelando estar desapontado com a hesitação de algumas nações em comprometerem-se a participar. 

O chefe de Estado ucraniano também disse que a Ucrânia tem propostas a apresentar na conferência, sobre temas como a segurança nuclear, segurança alimentar e a libertação de prisioneiros de guerra. 

Zelenskyy acrescentou ainda que a Ucrânia está "pronta para ouvir várias propostas e pensamentos que conduzam ao fim da guerra e a uma paz sustentável e justa."  

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Zelenskyy procura assistência em matéria de segurança no Diálogo de Shangri-La em Singapura

Zelenskyy diz que Ucrânia será autorizada a atacar dentro da Rússia com armas ocidentais

Ucrânia e Rússia anunciam maior troca de prisioneiros dos últimos meses