EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Papa Francisco diz que democracia mundial "não está de boa saúde"

Papa Francisco encoraja os católicos a rezarem pela paz na Ucrânia e na Palestina
Papa Francisco encoraja os católicos a rezarem pela paz na Ucrânia e na Palestina Direitos de autor Alessandra Tarantino/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Alessandra Tarantino/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O líder da igreja católica dirigiu-se a milhares de pessoas em Trieste e renovou o seu compromisso de rezar e trabalhar pela paz na Ucrânia, Palestina, Israel, Sudão e Myanmar.

PUBLICIDADE

O Papa Francisco afirmou que a democracia mundial “não está boa de saúde” e encorajou os católicos a rezarem pela paz na Ucrânia, na Palestina e noutras zonas de conflito. O comentário foi feito no encerramento da Semana Social dos Católicos de Itália, na cidade de Trieste.

"Renovemos o nosso compromisso de rezar e trabalhar pela paz: pela conturbada Ucrânia, pela Palestina e Israel, pelo Sudão, Myanmar e todos os povos que sofrem por causa da guerra”, disse o Papa Francisco, citado pela AP.

Cera de 8.500 pessoas esperaram pelo discurso do Papa na Praça da Unidade de Itália, que marcou a 50ª Semana Social dos Católicos italianos. Este ano, o evento tinha como título “No coração da democracia. Participar entre História e Futuro”, tendo o líder católico abordado a democracia em crise.

O Papa Francisco referiu, ainda, que está preocupado com a elevada abstenção nas várias eleições que têm ocorrido, ultimamente, e sublinhou a importância dos cidadãos no processo democático.

O líder da igreja católica descreveu, ainda, a indiferença perante eleições como “um cancro para a democracia”  e “uma não participação”, segundo a AP.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Papa Francisco participa pela primeira vez numa cimeira do G7 e alerta para os perigos da IA

"Estado da União": Eleições europeias mergulham França na incerteza

Papa Francisco pede desculpa por utilizar termo ofensivo sobre pessoas LGBT