EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Vasos feitos com ervilhas: Leguminosas e a produção de plástico biológico

Vasos feitos com ervilhas: Leguminosas e a produção de plástico biológico
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Euronews foi conhecer projetos europeus que permitem a produção de plástico biológico a partir de leguminosas, em Itália e na Eslovénia.

Será possível, no futuro, substituir o petróleo e a produção de plásticos com recurso a excecentes de leguminosas? A EURONEWS esteve em Itália e na Eslovénia os cientistas e uma pequena empresa produzem um plástico biológico, inovador e amigo do ambiente.

A industria alimentar europeia cria, todos os anos, toneladas e toneladas de resíduos de leguminosas, como ervilhas.

A Euronews foi à cidade de Parma conhecer este projeto, amigo do ambiente, que poderá vir a ser importante na produção sustentável de materiais essenciais no quotidiano.

Um processo evita a utilização do petróleo e derivados.

Segundo os cientistas da Estação Experimental para a Industria das Conservas Alimentares, o processo implica a separação de fibras e proteínas das leguminosas.

A pasta das leguminosas é depois exposta a uma solução química. Numa segunda fase, são separadas a parte líquida da parte sólida. E é nessa matéria sólida que se encontram as proteínas e as as fibras.

O projeto europeu de investigação Leguval é responsável pelo desenvolvimento deste processo de extração. As fibras e proteínas resultantes do processo serão depois utilizadas como ingrediente para a produção do plástico biológico.

A pureza do produto é importante, especialmente no que diz respeito à proteína que foi extraída, porque permite melhorar as características do material, ou seja, do plástico biológico.

O produto poderá conter alguns resíduos, mas a verdade é que a percentagem de proteínas é muito elevada (cerca de 80%).

Produção de vasos biodegradáveis na Eslovénia

É em Radle ob Dravi, na Eslovénia, que a Bokri, uma pequena empresa familiar que fabrica vasos ecológicos.

Os grãos de plástico biológico são utilizados na conceção dos vasos. A matéria encontra-se ainda em fase experimental e foi totalmente produzida na Eslovénia.

Os grãos são, neste caso, fundidos, e depois injetados num molde. O resultado são vasos que podem fornecer nutrientes às plantas. São completamente biodegradáveis. Podem ser recilados em casa, no jardim ou no campo. Podem ainda ser utilizados como componente para a alimentação de animais numa quinta.

Ambos os projetos são fruto da investigação europeia. Agora, é preciso que o setor industrial aceite investir na produção em grande escala.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"Fish and Chips" vegano já existe em Londres

Cientistas voltam atrás no tempo para salvar ecossistemas marinhos

Robô europeu promete mais competitividade ao setor da construção