"Pense duas vezes antes de ter filhos", alerta perito em IA Mo Gawdat

Mo Gawdat deixou o alerta durante entrevista para o podcast "Diário de um CEO"
Mo Gawdat deixou o alerta durante entrevista para o podcast "Diário de um CEO" Direitos de autor Mo Gawdat official website
De  Sarah Palmer
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

O ex-diretor de negócios do Google X emitiu um alerta preocupante sobre os perigos da Inteligência Artificial durante uma entrevista para um podcast.

PUBLICIDADE

Mo Gawdat, especialista em inteligência artificial (IA) e ex-diretor de negócios do Google X, alertou que as pessoas que ainda não têm filhos devem pensar duas vezes numa altura em que a IA continua em rápida expansão.

“Na verdade, os riscos são tão grandes que, ao considerar todas as outras ameaças à humanidade, deve pensar duas vezes antes de ter filhos se ainda não tiver”, disse, durante uma entrevista com Steven Bartlett, apresentador do podcast "Diário de um CEO."

Esta não é a primeira vez que executivos da indústria da tecnologia emitem um alerta desta natureza. No início do ano, personalidades importantes, incluindo Elon Musk e o cofundador da Apple, Steve Wozniak, assinaram uma carta aberta a pedir a elementos do setor que adiassem novas inovações durante seis meses, para que a indústria e os utilizadores finais tenham tempo para processar os avanços mais recentes.

O Centro para Segurança de Inteligência Artificial também emitiu uma declaração que diz: "mitigar o risco de extinção por causa da IA deve ser uma prioridade global a par de outros riscos à escala social, como pandemias ou a guerra nuclear."

Sam Altman, presidente executivo da OpenAI, que desenvolveu o polémico chatbot ChatGPT, alertou para o "risco existencial."

"O maior desafio que a humanidade já enfrentou"

Falando sobre este assunto, Gawdat chegou a comparar a nossa realidade futura a filmes distópicos populares como "Blade Runner."

"Nunca houve uma tempestade tão perfeita na história da humanidade", lembrou Gawdat.

"Economia, geopolítica, o aquecimento global ou as alterações climáticas e toda a ideia da IA: esta é uma tempestade perfeita. A profundidade da incerteza nunca foi tão intensa. Se realmente amar os seus filhos, será que gostaria de expô-los a tudo isto?"

A entrevista surge depois de Bartlett nomear Gawdat como diretor de IA na sua agência de marketing, Flight Story.

"Passei a minha carreira fascinado com o papel que a tecnologia desempenha, e agora o maior desafio que a humanidade já enfrentou está sobre nós", disse Gawdat.

“A inteligência artificial é o pico do avanço tecnológico e, na minha opinião, não terá precedentes na definição da forma como o mundo é moldado.”

“A sofisticação da inteligência digital é tanta que se tornou autónoma e isso é algo que precisa ser verificado, em vez de ser controlado”, acrescentou.

“É fundamental estarmos atentos a como fazer isso, ou corremos o risco de ficar para trás.”

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Amor no tempo da IA: Mulher cria um namorado chatbot alimentado por Inteligência Artificial

Nobel da Física atribuído a Pierre Agostini, Ferenc Krausz e Anne L’Huillier

Mark Zuckerberg dá início à conferência Meta Connect com destaque para a realidade virtual e a IA