EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

"Moonwalkers", os sapatos com IA que podem fazer-te andar três vezes mais depressa

Estes sapatos alimentados por IA permitem-lhe caminhar ao ritmo de uma corrida
Estes sapatos alimentados por IA permitem-lhe caminhar ao ritmo de uma corrida Direitos de autor Copyright, 2022, Shift Robotics, Inc.
Direitos de autor Copyright, 2022, Shift Robotics, Inc.
De  Roselyne Min
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Os famosos "Moonwalkers" do TikTok, alimentados por IA, podem ser colocados nos sapatos para que se atinja uma velocidade máxima de 11 km/h.

PUBLICIDADE

Imagine ser capaz de ir rapidamente à mercearia ou passear o cão tão depressa como se estivesse numa passadeira rolante.

Uma empresa americana em fase de arranque, a Shift Robotics, inventou um dispositivo concebido para ser colocado nos sapatos e aumentar a velocidade de marcha até 250%.

É isso mesmo, pode andar até 11 km/h, cerca de três vezes mais depressa do que normalmente andaria.

Os "Moonwalkers" parecem patins, mas não são de roda livre, para que não se perca o equilíbrio.

Graças a algoritmos de aprendizagem automática, só se movem quando o fazemos: podem parar quando quisermos, ser bloqueados para subir ou descer escadas e regular automaticamente a velocidade quando estamos a descer.

Digamos que está prestes a entrar no autocarro: basta levantar o calcanhar direito e voltar a colocá-lo no chão, para que o travão eletrónico bloqueie totalmente as rodas.

Para voltar a andar ao ritmo de uma corrida, sai-se deste "modo de bloqueio" levantando o calcanhar direito no ar e rodando-o no sentido dos ponteiros do relógio, mantendo o dedo do pé no chão.

Um vídeo dos sapatos partilhado no TikTok tornou-se viral no início deste ano, acumulando 24,9 milhões de visualizações até à data.

Melhorar o andar, não o substituir

O fundador e diretor executivo da empresa, Xunjie Zhang, afirma que a ideia para a invenção surgiu após um quase acidente de mota quando se deslocava para o trabalho. Foi então que se perguntou porque é que ele, como muitos outros, nunca ia a pé para o trabalho.

"Muitas pessoas não confiam na deslocação a pé. Isto é surpreendente, tendo em conta que é muito mais seguro, mais conveniente e melhor para o ambiente", afirmou a Shift Robotics na sua página de financiamento coletivo no Kickstarter .

O problema, segundo a equipa, é que andar a pé é demasiado lento e ineficaz. "Por isso, a nossa missão é melhorar a caminhada em vez de a substituir".

Com uma equipa de engenheiros de propulsão a jato do Instituto de Robótica da Carnegie Mellon e de roboticistas e designers de calçado, Zhang passou os últimos cinco anos a tentar conceber os sapatos mais rápidas do mundo "com base na engenharia do próprio corpo".

A Shift Robotics afirma que, ao contrário da patinagem, os Moonwalkers não requerem competências para serem aprendidos, é verdadeiramente caminhar. De acordo com a empresa, a IA adapta-se à marcha de cada utilizador e são necessários menos de 10 passos para que os algoritmos aprendam os padrões de marcha do utilizador.

"Tal como as passadeiras rolantes que vemos nos aeroportos, a cada passo que damos, a correia transportadora move-se por baixo dos nossos pés", disse Zhang à Insider. "Quanto mais depressa andarmos, mais depressa os sapatos andam connosco".

A "ausência de roda livre" é uma das maiores características de segurança dos Moonwalkers, acrescentou: "A menos que se esteja a andar, eles estão completamente fechados".

Os sapatos são fixados com uma fivela magnética, que pode ser desapertada em caso de avaria do dispositivo, afirmou.

A equipa lançou os Moonwalkers no Kickstarter em outubro de 2022 e, desde então, angariou quase 330 000 dólares (303 600 euros).

Os sapatos foram testados por pessoas com idades entre os 15 e os 60 anos, e a maioria das pessoas conseguiu andar com os sapatos "de forma bastante proficiente" 10 a 15 minutos depois de os calçar, disse Zhang à publicação.

PUBLICIDADE

Atualmente, os Moonwalkers só estão disponíveis nos Estados Unidos, cada par custa 1.399 dólares (1.287 euros).

O preço elevado atraiu alguns comentários sarcásticos nas redes sociais.

"Patins tão caros?", escreveu um utilizador do TikTok a propósito do vídeo viral . "Nos passeios da minha cidade isto nunca tornaria isto viável", lê-se noutro comentário.

Para saber mais sobre esta história, veja o vídeo no leitor multimédia acima.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Inteligência artificial encontra espermatozoides em homens inférteis mil vezes mais rápido

Eurodeputados aprovam proposta para conter riscos da inteligência artificial

O "pai" do ChatGPT pede aos governos para controlarem a Inteligência Artificial