EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Paris quer propor táxis voadores durante Jogos Olímpicos

Paris quer propor táxis aéreos para os Jogos Olímpicos 2024
Paris quer propor táxis aéreos para os Jogos Olímpicos 2024 Direitos de autor euronews
Direitos de autor euronews
De  Cyril Fourneris
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Será que Paris se tornará na primeira capital do mundo a lançar um serviço de táxis voadores?

PUBLICIDADE

Por ocasião dos Jogos Olómpicos de 2024, Paris prepara-se para lançar um serviço de táxi aéreo elétrico. Os testes para verificar a viabilidade do projeto decorrem na cidade francesa de Pontoise, nos arredores da capital. 

"Vamos proceder ao check-in. Precisamos de saber se é a pessoa certa, na hora certa. Temos aqui a nossa pequena sala de passageiros. Cerca de 5 minutos antes da partida, pedimos ao cliente que embarque no táxi aéreo. Temos um portão biométrico que permite obter autorização para embarcar”, explicou à euronews Damian Kysely, diretor de infraestruturas, para a Europa e Médio Oriente, da Skyports.

Habitantes deverão ser consultados

Os habitantes ainda não se pronunciaram sobre a iniciativa. O grupo Aeroporto de Paris, que participa no projeto, garante que o aparelho elétrico é quatro vezes mais silencioso do que um helicóptero.

Um vertiporto no rio Sena

Existem cinco vertiportos à volta de Paris um deles situa-se numa embarcação no rio Sena. 

“É uma forma de aviação de baixo carbono que permite vários usos, aqueles que nos vêm à mente, espontâneamente, como o transporte de pessoas e de encomendas, serviços de emergência e médicos e aqueles em que ainda não pensámos", frisou Edward Arkwright, diretor do Grupo ADP.

Projeto aguarda luz verde das autoridades

O avião de dois lugares é fabricado pela Volocopter. A empresa alemã espera obter rapidamente luz verde da Agência Europeia para a Segurança da Aviação.

"A nossa prioridade é a certificação da máquina. Estamos a tentar conceber algo razoável que se possa concretizar, em vez de fazermos promessas que nunca conseguiremos cumprir”, sublinhou Jean-Christophe Drai, dretor comercial, em França, da Volocopter.

Os responsáveis pelo projeto têm menos de um ano, antes dos Jogos Olímpicos, para convencer os reguladores e as autoridades.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Alpes Franceses e Salt Lake City irão sediar os Jogos Olímpicos de Inverno de 2030 e 2034

Destroços de drone militar encontrados perto de resort búlgaro

Mobilidade urbana: as empresas e as autoridades devem dialogar e encontrar soluções