Brasil entra em ação para responder ao surto de dengue

Um agente de saúde pública segura um tubo com um mosquito capturado para ser testado
Um agente de saúde pública segura um tubo com um mosquito capturado para ser testado Direitos de autor Silvia Izquierdo/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
De  Euronews com agencies
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied
Artigo publicado originalmente em inglês

Milhões de pessoas vão ser vacinadas contra o vírus tropical que, por vezes, pode ser mortal.

PUBLICIDADE

As autoridades sanitárias do Rio de Janeiro têm estado a trabalhar para capturar e identificar mosquitos infetados, numa altura em que um surto de dengue atinge várias cidades do Brasil.

O aumento dos casos de dengue fez com que vários estados brasileiros declarassem emergência de saúde pública. Entre eles estão o Acre, Minas Gerais e Goiás, o Distrito Federal e a cidade do Rio de Janeiro.

Começaram a ser registados casos do vírus tipo 3 (DENV-3), que não circulava no país desde 2002, o que levou a Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro a iniciar um projeto de aspiração dos mosquitos para identificar o tipo de vírus com que estão infectados.

O subsecretário da Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro, Mário Sérgio Ribeiro, disse que a variante deve afetar uma grande parte da população.

A dengue é uma infeção viral transmitida aos seres humanos através da picada de mosquitos infectados e é mais comum em climas tropicais.

A crise climática, que leva ao aumento das temperaturas e à elevada pluviosidade, está associada a um maior risco de dengue, afirmou a Organização Mundial de Saúde em dezembro.

A maioria das pessoas que contrai dengue não desenvolve sintomas, mas se os desenvolverem, podem incluir febre alta, dores de cabeça, dores no corpo, náuseas e erupção cutânea.

Embora a maioria melhore após cerca de uma semana, algumas desenvolvem uma forma grave e necessitam de hospitalização - e, nesses casos, a dengue pode ser fatal.

Em março de 2023, o Brasil aprovou uma vacina contra a dengue e tornou-se o primeiro país do mundo a disponibilizá-la através do sistema público de saúde, de acordo com o Ministério da Saúde.

Mais de 3 milhões de pessoas deveriam receber a vacina em 2024.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

28ª Marcha LGBT+ em Copacabana

Cientistas brasileiros desenvolvem primeira vacina que poderá ajudar a quebrar a dependência da cocaína

Esculturas de rostos humanos reveladas pela seca no Brasil