This content is not available in your region

Aventuras e natureza na Sérvia

Aventuras e natureza na Sérvia
Direitos de autor  Milos Lopusina, CC BY-SA 4.0 <https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0>, via Wikimedia Commons
Tamanho do texto Aa Aa

Qualquer pessoa que anseie por aventuras diferentes das propostas turísticas tradicionais, encontrará, sem dúvida, o que procura na Sérvia.

As vastas áreas rurais do país oferecem várias experiências: caminhar pelas montanhas, contemplar arte medieval em mosteiros isolados, comer pratos enormes de salsichas grelhadas ou dormir em aldeias remotas num ambiente de contos de fadas.

Os rios, lagos e parques nacionais são locais ideais para desportos de aventura e para a observação da vida selvagem. Qualquer que seja a região escolhida, a beleza selvagem da paisagem dá arrepios.

Milos Lopusina, CC BY-SA 4.0 , via Wikimedia Commons
O rio UvacMilos Lopusina, CC BY-SA 4.0 , via Wikimedia Commons

Paisagens únicas e cenários épicos

Dos grandes desfiladeiros, às florestas profundas e aos lagos cintilantes, há muitos sítios para visitar na Sérvia nem que seja pela vista. Para muitos viajantes, o desfiladeiro de Uvac está no topo da lista.

Penhascos de calcário elevam-se sobre as águas esverdeadas do rio Uvac, que se curvam e se transformam em meandros espetaculares. Um passeio de barco é a forma mais fácil e relaxante de contemplar a beleza serena do desfiladeiro.

Para ter uma das melhores vistas sobre o rio, é preciso subir até um miradouro. Basta escolher um passeio de barco que inclui uma visita ao miradouro da Molitva, onde há uma pequena plataforma de madeira que oferece a melhor vista da paisagem.

Outra experiência memorável diz respeito a um fenómeno natural intrigante no sul da Sérvia: a Cidade do Diabo (Djavolja Varoš), um local marcado por uma série de formações de pedra pontiagudas de duzentos e poucos metros. Segundo a lenda, as pedras são convidados de casamento petrificados, transformados em pedra como punição por comparecerem ao casamento de um irmão e irmã. Quando ouvem o som característico do vento a assobiar pelas figuras de pedra, os habitantes locais dizem que é o sussurro do diabo. Os mais corajosos podem visitar o local à noite quando há uma iluminação que cria um efeito assustador.

Desportos e atividades de aventura

O Parque Nacional de Tara, no oeste da Sérvia, é um dos recantos mais belos do mundo, coberto por uma densa floresta, semeada de riachos e rios de montanha e uma rica vida selvagem.

É uma atração para quem gosta de observar animais, já que o parque alberga uma grande população de ursos-pardos, que podem ser vistos nas áreas onde se alimentam durante visitas guiadas. Guardas-florestais experientes levam o visitante a esconderijos de madeira nas profundezas da floresta, onde tem de esperar em silêncio pela chegada dos ursos. Outras criaturas passeiam entre as árvores como veados, javalis, lobos e gatos selvagens, com águias douradas e falcões-peregrinos.

Milos Lopusina, CC BY-SA 4.0 , via Wikimedia Commons
O Parque Nacional de TaraMilos Lopusina, CC BY-SA 4.0 , via Wikimedia Commons

Aventuras no rio Drina

O Parque Nacional de Tara é um local importante para os desportos de aventura. Há muitas atividades no poderoso rio Drina e à volta dele. Uma excelente rota de caiaque é o trecho de quinze quilómetros do Lago Perućac até à emblemática casa do Drina, uma pequena cabana situada em cima uma rocha no meio da água.

EEL/CC-BY-SA
A casa do DrinaEEL/CC-BY-SA

Uma ciclovia até à Croácia e à Bulgária

No verão, a atmosfera é animada graças aos participantes na regata do Drina. Milhares de caçadores de emoções navegam pelo rio em barcos e jangadas enquanto, nas margens, há churrascos e festas.

A Sérvia não é considerada como um dos principais destinos para ciclistas, mas, há algumas viagens fantásticas ao longo do rio Danúbio e pelo Parque Nacional de Djerdap. A Ciclovia do Danúbio, principal rota de longa distância da Sérvia, atravessa o país da fronteira com a Croácia até a fronteira com a Bulgária, passando por Novi Sad, Belgrado, várias aldeias e parques nacionais.

Uma experiência do divino: os mosteiros e a vida na aldeia

Uma visita aos mosteiros ortodoxos da Sérvia é uma das experiências mais peculiares para os turistas. Há centenas de mosteiros espalhados pelo país em vários estilos arquitetónicos situados, por vezes, em locais extraordinários. Um dos mais invulgares é o Crna Reka do século XIII. O mosteiro foi construído nas cavernas de um penhasco íngreme no sudoeste da Sérvia, com vista para o desfiladeiro de Ibar Kolašin no rio Crna. O Mosteiro Studenica, que integra a lista de património da UNESCO, é o maior e mais famoso da Sérvia. Engloba duas igrejas que contêm alguns dos frescos mais valiosos do país.

Para conhecer a vida rural sérvia, vale a pena visitar algumas aldeias. A aldeia de Sirogojno em Zlatibor é um lugar perfeito para começar a visita, já que é em parte um museu ao ar livre que mostra modos de vida tradicionais. Para obter paz, tranquilidade e respirar o ar fresco da montanha, Donji Taor é outra ótima escolha, além de permitir visitar belas cascatas nas proximidades.

Qualquer que seja a aldeia escolhida, não vá embora sem provar alguns pratos sérvios saudáveis e caseiros, como o Ćevapi, uma linguiça deliciosamente temperada, acompanhada com pão sírio e molho de pimento vermelho. Há ainda o Burek, uma massa assada recheada com carne, queijo e vegetais perfeito para o pequeno almoço.

Milos Lopusina, CC BY-SA 4.0 , via Wikimedia Commons
A aldeia de Sirogojno, SérviaMilos Lopusina, CC BY-SA 4.0 , via Wikimedia Commons