EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Companhias aéreas pedem "céu único europeu"

Os voos podem sofrer atrasos quando o espaço aéreo está muito congestionado
Os voos podem sofrer atrasos quando o espaço aéreo está muito congestionado Direitos de autor Canva
Direitos de autor Canva
De  euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Um "céu único europeu" poderia reduzir as emissões e reduzir os atrasos, diz a indústria da aviação. Na cimeira da Airlines for Europe, Ryanair, Easyjet, Lufthansa e a proprietária da British Airways, o International Airlines Group (IAG), pediram à UE para implementar a reforma do espaço aéreo.

PUBLICIDADE

Um "céu único europeu" poderia reduzir as emissões e reduzir os atrasos, diz a indústria da aviação.

Mas o que é e quão eficaz e verde seria realmente?

Na cimeira da Airlines for Europe (A4E) na quarta-feira, Ryanair, Easyjet, Lufthansa e a proprietária da British Airways, o International Airlines Group (IAG), pediram à UE para implementar a reforma do espaço aéreo.

A iniciativa do Céu Único Europeu (SES) simplificaria o espaço aéreo fragmentado do continente num pequeno número de blocos.

Após o relaxamento das restrições da era da pandemia, o número de viagens recuperou em todo o continente, tornando a questão “mais premente do que nunca”, disseram as companhias aéreas num comunicado conjunto.

O que é a iniciativa Céu Único Europeu?

Com cerca de 30 mil voos por dia, o espaço aéreo da Europa é um dos mais movimentados do mundo.

Manter os passageiros seguros requer milhares de controladores de tráfego aéreo, que rastreiam voos para evitar congestionamentos e acidentes.

Mas o sistema atual não é tão eficiente quanto poderia ser. As fronteiras nacionais aplicam-se ao céu, o que significa que os aviões passam por uma manta de retalhos de 27 diferentes jurisdições de controlo de tráfego aéreo.

O espaço aéreo fragmentado faz que os aviões nem sempre voem nas rotas mais eficientes. Em média, os aviões voam mais 49 quilómetros do que o estritamente necessário, estima a Comissão Europeia.

Grandes áreas do espaço aéreo estão reservadas para uso militar nacional, mas muitas vezes estão vazias.

O SES reestruturaria o espaço aéreo em nove "blocos funcionais".

Pode a iniciativa do Céu Único Europeu reduzir os atrasos?

Isto poderia reduzir os atrasos dos viajantes, minimizando as dificuldades de comunicação entre os controladores de tráfego aéreo.

Isso também significaria que uma ação como a greve do controlo de tráfego aéreo italiano no ano passado poderia causar menos interrupções, já que os controladores de tráfego aéreo de todo o bloco poderiam intervir.

No entanto, minimizar o poder dos trabalhadores em greve pode tornar mais difícil para os controladores de tráfego aéreo protestar contra os cortes salariais.

A iniciativa do Céu Único Europeu beneficiaria o planeta?

Segundo a Comissão Europeia e a própria indústria da aviação, o SES poderia reduzir as emissões de CO2 da aviação em até 10%, ou 50 milhões de toneladas, já que reduziria os quilómetros a mais que as companhias têm de fazer por causa das fronteiras.

PUBLICIDADE

No entanto, o impacto não seria direto. As companhias aéreas querem simplificar o espaço aéreo europeu como forma de “aumentar o crescimento”.

Mais voos significarão mais emissões de carbono.

No comunicado em que pedem a implementação do SES, o grupo de companhias aéreas também pediu um maior investimento em combustíveis de aviação sustentáveis (SAFs).

Estes reduzem as emissões em aproximadamente 80% ao longo do “ciclo de vida do combustível”, porque são feitos de resíduos em que o carbono já foi emitido ou de plantas que absorvem dióxido de carbono enquanto crescem.

PUBLICIDADE

No entanto, eles ainda produzem emissões quando são queimados. 

Que impacto têm os voos no planeta?

Um voo de ida e volta em classe económica entre Londres e Nova Iorque emite cerca de 1,48 toneladas de CO2 por passageiro, de acordo com a calculadora de carbono do Flight Emission Map, mais do que o dobro da média que uma pessoa no Gana produz num ano inteiro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Atrasos e cancelamentos de voos devido à falha da Microsoft: chegue cedo ao aeroporto, pedem as companhias aéreas

Onda anti-turismo continua e há cocó espalhado pelas caixas das chaves dos apartamentos em Sevilha

Drones estão a vigiar praias sobrelotadas na Grécia e não poupam as espreguiçadeiras a mais