Quer bilhetes de comboio baratos? Eis como o fazer

Reservar bilhetes de comboio com sete a 12 semanas de antecedência em relação à data da viagem
Reservar bilhetes de comboio com sete a 12 semanas de antecedência em relação à data da viagem Direitos de autor Canva
De  Ally Wybrew
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Artigo publicado originalmente em inglês

Desanimado com o preço das viagens de comboio? O Diretor Executivo da Rail Europe partilha as suas ideias sobre como encontrar o melhor negócio.

PUBLICIDADE

Bjorn Bender, CEO da Rail Europe, é um homem que conhece os comboios. Só no ano passado, percorreu cerca de 75.000 quilómetros por toda a Europa.

Para ele, viajar de comboio "não é ir de A para B, é uma segunda casa. É o meu escritório, onde posso realmente fazer o meu trabalho".

Desde a COVID, tem havido um interesse renovado nos serviços ferroviários, uma vez que os viajantes procuram ficar mais perto de casa e muitos tentam atenuar o impacto negativo das viagens aéreas no ambiente. A procura tem aumentado em todo o mundo e Bjorn tem visto isso refletir-se na venda de bilhetes.

"A procura de mobilidade é enorme e está a aumentar a nível mundial", afirma. "A indústria ferroviária está a crescer - em toda a Europa e nos serviços transfronteiriços, o aumento é de talvez 20%."

Para a Rail Europe, 2023 foi "um ano fantástico". Bender partilhou que a empresa registou um crescimento anual de 66 por cento nas vendas em comparação com 2022 e um crescimento de cerca de 75-80 por cento em comparação com 2019.

Apesar da demanda, ainda há uma perceção de muitos de que os bilhetes de comboio são caros, algo que Bender acredita ser equivocado.

O especialista partilha os seus conhecimentos com a Euronews Travel sobre como fazer as melhores poupanças ao reservar viagens.

Include stops on your train route
Include stops on your train routeCanva

Não reserve bilhetes de comboio diretamente

A primeira dica de Bender é não reservar diretamente com os fornecedores de serviços ferroviários. Ele compara a experiência com a reserva de voos: "Normalmente, não se faz a reserva diretamente no site de uma companhia aérea - pelo menos eu não o faria. Comparo os preços no Skyscanner ou no Kayak, por exemplo".

Os sites de comparação, ou sites que mostram preços de bilhetes de vários fornecedores, dão aos viajantes o maior número de opções e a possibilidade de escolher entre várias rotas e tarifas.

"Quando quero viajar de Frankfurt para Nova Iorque, não me interessa se, no final do dia, vou na Delta, na United ou na Lufthansa", acrescenta Bender.

Esta atitude em relação à reserva de viagens de comboio é algo que, na sua opinião, só agora se está a instalar na Europa. "Estamos a entrar cada vez mais neste ambiente na Europa - com plataformas mutuamente agnósticas, jogadores como nós, a comparar preços, tarifas e a dar sugestões baseadas nas necessidades individuais do viajante".

Reservar bilhetes de comboio com sete a 12 semanas de antecedência em relação à data da viagem

É consensual que, quando se trata de viajar, quanto mais cedo se reservar, mais barato será. Mas, tal como acontece com as viagens de avião, há normalmente uma janela de oportunidade de ouro em que os preços dos bilhetes de comboio são os mais baixos.

"Eu diria que reservar com sete a 12 semanas de antecedência é um bom intervalo", aconselha Bender. Uma visão valiosa, mas por quanto tempo? Afinal, as coisas, diz ele, estão a mudar.

"No passado, só havia um número muito limitado de tarifas económicas nos comboios de alta velocidade. Agora, posso reservar uma tarifa económica 30 minutos antes da partida para todas as companhias aéreas".

Poupar dinheiro em bilhetes também depende de onde e quando se quer viajar. Não é de estranhar que apanhar um comboio numa segunda-feira de manhã seja mais caro do que numa terça-feira, pelo que, por vezes, encontrar uma pechincha não é realista.

Join loyalty schemes and buy train passes and rail cards
Join loyalty schemes and buy train passes and rail cardsCanva

Incluir paragens na sua rota de comboio

Embora os serviços sem paragens sejam certamente mais rápidos - e, portanto, mais apelativos - também são mais caros.

"Se estiver disposto a mudar de comboio uma vez, isso aumentará as hipóteses de encontrar um preço melhor", diz Bender.

Esta é uma prática bastante comum nas tarifas aéreas e parece que nos comboios não é diferente. Com pesquisa suficiente, é possível encontrar ligações fáceis com tempos de espera relativamente curtos, pelo que o impacto global na sua viagem é mínimo, mas as poupanças são potencialmente consideráveis.

PUBLICIDADE

Adira a programas de fidelização e compre passes de comboio e cartões de comboio

"Os programas de fidelização, especialmente para serviços transfronteiriços, aumentam as hipóteses de obter melhores tarifas", diz Bender.

O mesmo acontece com os passes e cartões de comboio. "Viajar com passes quando se vai com a família nas férias de verão dá-nos a oportunidade de viajar por quase toda a Europa - por algumas centenas de euros durante quatro semanas."

Bender acredita que a disponibilidade e a utilidade dos cartões e passes de comboio é algo ainda subvalorizado na Europa.

"Há muitas oportunidades, mas a educação, mesmo para os europeus, ainda não é assim tão elevada. Depende muito de nós, dos fornecedores mútuos, divulgar toda a informação e sermos realmente um companheiro para os viajantes, desde a inspiração até ao pós-venda."

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

De Munique a Amesterdão: quais são as cidades europeias mais fáceis de percorrer a pé?

Espanha, Portugal, Itália: onde estão as melhores praias da Europa?

A Bulgária e a Roménia abrem-se a mais turistas. Eis o que esperar