Última hora

Como evitar as "guerras da água"?

Como evitar as "guerras da água"?
Tamanho do texto Aa Aa

O Nilo, um dos maiores rios do mundo, irriga uma grande parte de África, do Uganda até ao Egito. É também uma fonte de conflito e de tensões, que podem voltar agora que a Etiópia tem quatro barragens planeadas. As guerras da água, potenciais ou existentes, podem multiplicar-se por culpa do crescimento da população e do aquecimento global.

É este o assunto debatido nesta edição de The Network, com Hisham Kandil, ministro egípcio dos Recursos Hídricos, Judith Merkies, eurodeputada holandesa e vice-presidente do Intergrupo Parlamentar para a Agua e Loïc Fauchon, presidente do Conselho Mundial da Água.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.