Última hora

Jon Davies

Jon Davies
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Euronews enviou-me para Teerão para entrevistar o presidente Mahmoud Ahmadinejad.
 
Foi uma missão, como podem imaginar, que teve alguns momentos bizarros. E um dos mais bizarros aconteceu perto do fim.  
 
Eu tinha passado 24 horas para ser acreditado. Fui revistado, interrogado, de novo revistado. Preenchi formulários e, claro, no fim do dia estava a entrevistar o próprio presidente. Logo de imediato, rumei ao aeroporto para apanhar o avião para casa.
 
O aeroporto de Teerão fica bem longe da cidade. Foi construído no deserto e, à uma hora da manhã, a estrada é muito sinistra e escura.
 
Eu seguia num táxi e todo o perfume, a atmosfera e o ambiente do Médio Oriente e do Irão estavam à minha volta. Mas era o que estava a dar na rádio que mais me intrigava. Porque o motorista, que não parecia ter todos os parafusos, não estava a ouvir música tradicional iraniana ou a previsão de tempo para Teerão nem as notícias iranianas. Ele estava a repetir para si mesmo as palavras de um curso de autoaprendizagem de espanhol.
 
E, sabem, estar no banco de trás de um táxi iraniano quando acabámos de entrevistar o presidente, isso fez-me simplesmente rir.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.