A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

"Ida" do polaco Pawel Pawlikowski arrebata prémios do cinema europeu

"Ida" do polaco Pawel Pawlikowski arrebata prémios do cinema europeu
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O filme “Ida”, escrito e realizado pelo polaco Pawel Pawlikowski, é o grande vencedor dos prémios da Academia Europeia de Cinema. A longa-metragem a preto e branco obteve em Riga, na Letónia, os galardões para o filme europeu do ano, melhor guião e melhor realizador, bem como o prémio para a escolha do público.

Para o realizador polaco, tratou-se de uma surpresa “surrealista”, que constituiu também uma “grande noite para a Polónia”.

“Estou contente. Cinco prémios é ótimo e algo que não esperava. É um filme de certa maneira audaz e difícil, filmado a preto e branco, com uma câmara imóvel e com atores que não são conhecidos fora da Polónia. Por isso, é ótimo que um filme que não parecia prometedor, de repente, tenha tanto sucesso.”

A atriz francesa Marion Cotillard, não presente na cerimónia, recebeu o prémio de melhor atriz. O galardão de melhor ator foi para o britânico Timothy Spall, pelo papel em “Mr.Turner” de Mike Leigh.

Spall frisou o prazer que teve a trabalhar com o realizador, também ele inglês:

“É sempre um enorme desafio, no bom sentido, trabalhar com o Mike, porque ele pede-nos para contribuir e ajudar a criar o personagem.”

A correspondente da euronews, Efi Koutsokosta, lembra que, na cerimónia organizada na Ópera Nacional da Letónia “duas pessoas foram também homenageadas pelas suas carreiras: a belga Agnès Varda, representante do movimento da nova vaga dos anos 60, e o realizador britânico Steve McQueen, pelo contributo para o cinema internacional”.