Papa 'mira' corrupção e injustiça social nas Filipinas

Papa 'mira' corrupção e injustiça social nas Filipinas
De  Michel Santos com Reuters, AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

A corrupção e a injustiça social foram os principais temas do Papa no segundo da sua visita às Filipinas. Milhares de pessoas saudaram Francisco na

PUBLICIDADE

A corrupção e a injustiça social foram os principais temas do Papa no segundo da sua visita às Filipinas.

Milhares de pessoas saudaram Francisco na sua passagem em direção ao palácio presidencial de Manila onde o Sumo Pontífice foi recebido pelo presidente Benigno Aquino.

Francisco chegou ao maior país católico da Ásia na quinta-feira à noite depois de ter estado no Sri Lanka.

Perante políticos e diplomatas deixou um recado. “É agora, mais do que nunca, necessário que os líderes políticos sejam firmes na honestidade, integridade e empenho no bem comum”, declarou.

A primeira missa nas Filipinas foi celebrada na Basílica da Imaculada Conceção, na capital.

Muitas outras cerimónias dever-se-ão seguir nos cinco dias de visita, altura para testar o fervor católico das pessoas.

Milhares de pessoas viajaram dos quatro cantos do país para ver Francisco. Muitos foram impedidos pela polícia. “Eles proibiram os pobres de encontrar o Papa. Colocaram barreiras e isso é irónico porque este Papa é o Papa dos pobres. Uma Papa que justamente quebrou barreiras”, afirma Vencer Crisostomo, líder do grupo cívico Anakbayan.

Segurança apertada, foram mobilizados 50 mil polícias e soldados, naquela que é uma das maiores operações de segurança de sempre no país.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Francisco e os desafios da Igreja Católica

O mundo celebrou a Páscoa

Filipinas protestam contra Pequim depois do novo ataque no Mar do Sul da China