No Iémen, rebeldes xiitas ocupam o palácio presidencial

No Iémen, rebeldes xiitas ocupam o palácio presidencial
Direitos de autor 
De  Euronews com AFP, EFE
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Em Sana, capital do Iémen, combatentes do movimento rebelde xiita houthi tomaram controle do palácio presidencial, numa operação que a ministra da

PUBLICIDADE

Em Sana, capital do Iémen, combatentes do movimento rebelde xiita houthi tomaram controle do palácio presidencial, numa operação que a ministra da Informação, Nadia al Sakaf, classificou já de tentativa de golpe de estado.

Os rebeldes bombardearam também a residência do presidente do Iémen, Abdo Rabu Mansur Hadi, situada na parte ocidental da cidade.

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, afirmou estar seriamente preocupado com a crise no Iémen. O Conselho de segurança da ONU reuniu para discutir esta aparente tentativa de derrube do presidente, grande aliado dos Estados Unidos na luta contra a Al-Qaeda.

O emissário da ONU, Jamal Benomar, anunciou a decisão de se deslocar de imediato a Sana. Encarregado de conduzir as negociações para formação de um novo governo de unidade, Benomar enfrenta a oposição dos houthis, que reforçaram o controle de Sana desde que entraram em setembro na capital.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

EUA e Reino Unido atacam alvos Houthi no Iémen depois de um navio ter sido atingido no Mar Vermelho

EUA avisam que não vão parar ataques contra militantes apoiados pelo Irão no Iraque e na Síria

Tripulação apaga incêndio em petroleiro atingido por míssil Houthi ao largo do Iémen