Última hora

Exército dos Camarões liberta refém alemão raptado na Nigéria pelo Boko Haram

Exército dos Camarões liberta refém alemão raptado na Nigéria pelo Boko Haram
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O exército camaronês libertou o refém alemão raptado, na Nigéria, em julho último, pelo grupo islamita Boko Haram.

A operação militar foi levada a cabo conjuntamente com “países amigos”, fez saber o governo dos Camarões, sem mais pormenores.

À chegada ao aeroporto de Yaoundé, capital dos Camarões, Eberhard Robert Nitsch falou dos meses de cativeiro: “Sinceramente, pensei que acabariam por matar-me. Passavam o tempo a dar-me ordens tipo: senta-te, senta-te ali. Senta-te. E de cada vez que me sentava, era a escuridão absoluta, a escuridão absoluta. E não sabemos o que nos vai acontecer. Senta-te, fica aqui, vai ali. Sinceramente, foi algo muito traumatizante.”

Eberhard Robert Nitsch tem 69 anos e era professor, em Gombi, uma cidade do Estado de Adamawa, no norte da Nigéria, quando foi raptado.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.