Ucrânia: EUA acusam Rússia de ter um plano de ocupação

Ucrânia: EUA acusam Rússia de ter um plano de ocupação
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Aumenta o tom e a crispação entre os Estados Unidos da América e a Rússia, em relação ao conflito na Ucrânia. Enquanto em Berlim se faziam

PUBLICIDADE

Aumenta o tom e a crispação entre os Estados Unidos da América e a Rússia, em relação ao conflito na Ucrânia.

Enquanto em Berlim se faziam progressos, no Conselho de Segurança das Nações Unidas os embaixadores de Washington e de Moscovo trocaram acusações.

A embaixadora norte-americana acusou a Rússia de ter um Plano de Ocupação, o homólogo russo rebateu.

“Vamos tirar o véu sobre o plano de paz de Putin e chamá-lo daquilo que ele é – um plano de ocupação russo. Precisamos implementar os planos de paz que já temos, planos que a Rússia assinou e quebrou. Se a Rússia está preocupada, a sério, com a paz, então deve implementar o Acordo de Minsk, com o qual concordou, há mais de quatro meses,” avisa a embaixadora dos Estados Unidos, Samantha Power.

O embaixador russo, Vitaly Churkin, rebateu as acusações e afirmou que “durante a crise ucraniana, os Estados Unidos têm vindo a desempenhar um papel destrutivo. Têm sido provocadores. Depois de cada visita de altos funcionários dos Estados Unidos à Ucrânia, o governo de Kiev tem intensificado as suas atividades conflituosas.”

O conflito continua no leste da Ucrânia. Na quarta-feira os confrontos entre tropas governamentais e separatistas pró-russos provocaram pelo menos a morte de dois civis na zona de Donetsk.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ucrânia lança ataque com drones contra infraestruturas energéticas da Rússia

Ataques russos na Ucrânia fazem pelo menos oito mortos

Detidos na Polónia dois suspeitos de ataque a aliado de Navalny na Lituânia