Programa nuclear: a condição do Irão para assinar acordo

Programa nuclear: a condição do Irão para assinar acordo
De  Lurdes Duro Pereira com Reuters, AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

É o segundo encontro no espaço de dois dias. O ministro dos Negócios Estrangeiros iraniano, reuniu-se este domingo com o secretário de Estado

PUBLICIDADE

É o segundo encontro no espaço de dois dias. O ministro dos Negócios Estrangeiros iraniano, reuniu-se este domingo com o secretário de Estado norte-americano, em Munique, à margem da Conferência sobre Segurança. Em cima da mesa, o programa nuclear do Irão. John Kerry quer um acordo até final de março e não é o único. Teerão acredita que o calendário pode ser cumprido, em contrapartida exige o levantamento das sanções.

“Apoiamos o avanço das negociações e prometemos apoiar um bom acordo se for alcançado. Esta é a minha posição e acredito que será, também, a do Irão desde que o documento respeite e preserve a dignidade dos nossos interesses” afirma o guia supremo iraniano, o ayatollah Ali Khamenei.

Em Munique, o ministro dos Negócios Estrangeiros do Irão, Javad Zarif, encontrou-se também com a chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini:

Meeting with @JZarif at @MunSecConf: Need to finalise the talks now. We can't miss this opportunity pic.twitter.com/l6Bzv6X2lY#IranTalks

— Federica Mogherini (@FedericaMog) February 7, 2015

Também, o chefe de Governo israelita diz que só um bom acordo faz sentido.

“Vamos continuar a tomar as medidas necessárias e a liderar os esforços internacionais para evitar que o Irão adquira armas nucleares. Mais, tudo faremos para travar um mau acordo que no futuro constitua uma ameaça à segurança de Israel” refere Benjamin Netanyahu.

Os analistas dão como inevitável um novo adiamento do prazo para a obtenção de um acordo sobre o programa nuclear iraniano.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ativistas ambientais fazem a festa na Alemanha

Alemanha prepara encerramento das últimas três centrais nucleares do país

"Irão não é totalmente transparente" sobre programa nuclear, avisa ONU