Última hora

Greve geral e protestos no sul da Tunísia

Greve geral e protestos no sul da Tunísia
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O sul da Tunísia, na zona de fronteira com a Líbia, esteve praticamente paralisado, esta terça-feira, em consequência de uma greve convocada pelos sindicatos.

A maior parte do comércio e escritórios das regiões de Tataouine e Médenine fecharam, em resposta à ação policial de domingo contra os manifestantes que exigiam a anulação de uma taxa alfandegária imposta em outubro.

Os confrontos deflagraram quando a polícia confiscou combustível de contrabando, vindo a provocar uma vítima mortal em Dehiba, segundo maior ponto de passagem na fronteira com a Líbia.

Na cidade de Ben Guerdane, os manifestantes sairam à rua esta terça-feira para exigir medidas de criação de emprego, diminuição do controle alfandegário sobre mercadorias, supressão da taxa alfandegária e um inquérito sobre a carga policial de domingo.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.