Última hora
This content is not available in your region

Dinamarca desbloqueia 130 milhões de euros para luta antiterrorista

Dinamarca desbloqueia 130 milhões de euros para luta antiterrorista
Tamanho do texto Aa Aa

O governo dinamarquês apresentou um novo plano de luta contra o terrorismo que prevê um reforço de 130 milhões de euros para a polícia e os serviços secretos nos próximos quatro anos.

O anúncio foi feito cinco dias depois dos ataques em Copenhaga, mas as medidas resultam de um estudo pedido pelo executivo após os atentados de janeiro em Paris.

A primeira-ministra Helle Thorning-Schmidt frisou que “a Dinamarca tem inimigos, […] dos quais é possível e necessário defender-se. É indiscutível a necessidade de uma boa defesa contra o terrorismo”.

A oposição acolheu as medidas, mas diz que deveriam ter sido reequacionadas depois dos ataques do passado fim-de-semana na capital, que fizeram dois mortos.

Vários meios dinamarqueses citaram fontes da polícia que diziam estar mal equipadas e ter falta de treino para lidar de forma adequada com os acontecimentos.

A primeira-ministra participou esta quarta-feira no funeral de uma das vítimas, entre críticas de falta de segurança por parte da comunidade judaica de Copenhaga.