EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Índia: 22 detidos após linchamento de suspeito de violação

Índia: 22 detidos após linchamento de suspeito de violação
Direitos de autor 
De  Rodrigo Barbosa com AFP / REUTERS
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

As autoridades indianas efetuaram vinte e duas detenções na sequência do linchamento de um suspeito de violação no nordeste do país. Na passada

PUBLICIDADE

As autoridades indianas efetuaram vinte e duas detenções na sequência do linchamento de um suspeito de violação no nordeste do país.

Na passada quinta-feira, vários milhares de pessoas invadiram a prisão da cidade de Dimapur para se apoderarem de Syed Farid Khan, de 35 anos, detido em fevereiro por suspeita de múltiplos abusos sexuais de uma jovem de 19 anos. O alegado violador foi arrastado pelas ruas, antes de ser mortalmente agredido e enforcado.

A violência sexual contra as mulheres é um tema sensível na Índia, onde milhares de casos ficam impunes, apesar do governo ter endurecido as penas para este tipo de crimes.

O linchamento de Farid Kahn coincide também com a polémica acerca de decisão da justiça indiana de proibir a difusão de um documentário intitulado “Filha da Índia”, acerca da violação de grupo que resultou na morte de uma jovem estudante em Nova Deli, em 2012. No filme, um dos condenados pelo crime responsabiliza a vítima pela agressão.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"Agricultores guerreiros" próximos da extrema-direita fizeram protesto "convivial"

Três feridos em ataque à faca no metro de Lyon

Geórgia numa encruzilhada à medida que lei da influência estrangeira aprofunda divisões