A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Washington admite ter de negociar com Assad

Washington admite ter de negociar com Assad
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Washington pronto a negociar com Bachar al Assad uma solução política que ponha fim a quatro anos de guerra civil Síria.

Numa entrevista, o secretário de Estado, John Kerry admite que perante a falta de alternativa para combater os jiadhistas há que encarar a possibilidade de trazer o ainda presidente sírio para a mesa das negociações.

“Não há uma solução militar. Há apenas uma solução política. Temos de obter do regime de Assad uma negociação e nós temos de deixar claro que a solução existe. Haja a determinação de todos para buscar esse resultado político e aceitar a ideia de negociação”.

“Estaria disposto a falar com ele?”
“Vamos ter de negociar !”.

A guerra na Síria já matou 215.518 pessoas, entre civis, militares, milicianos e rebeldes, desde o início, em meados de março de 2011.

Números que não incluem os mais de 20 mil desaparecidos nem os detidos ou assassinados pelos órgãos de segurança do regime.