Última hora
This content is not available in your region

Estado Islâmico liberta 200 elementos da minoria yazidi

Estado Islâmico liberta 200 elementos da minoria yazidi
Tamanho do texto Aa Aa

O grupo extremista Estado Islâmico libertou mais de duas centenas de elementos da minoria iraquiana yazidi que mantinha em cativeiro há meses. Os yazidis foram libertados na segunda-feira na província de Ninive, a noroeste de Kirkuk, mas só chegaram a território controlado pelos curdos dois dias depois. A libertação maciça dos yazidis é a segunda do género, depois de cerca de 200 pessoas, na maioria idosos, terem sido colocados em liberdade em janeiro.

Para agravar a situação desta minoria, as relações com os curdos são também muito tensas. De acordo com a diáspora yazidi na Alemanha, o chefe dos combatentes da minoria foi detido pelos curdos porque o presidente do governo autónomo, Massoud Barzani, não tolera brigadas de milicianos que combatam por outras bandeiras que não a curda.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.