EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

1.º de Maio na Turquia marcado por confrontos e detenções perto da Praça Taksim

1.º de Maio na Turquia marcado por confrontos e detenções perto da Praça Taksim
Direitos de autor 
De  Euronews com Reuters, AFP, Lusa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Canhões de água, gás lacrimogéneo, balas de borracha, confrontos e detenções: está a ser assim o 1.º de Maio em Istambul.

PUBLICIDADE

Canhões de água, gás lacrimogéneo, balas de borracha, confrontos e detenções: está a ser assim o 1.º de Maio em Istambul.

Sindicatos, apoiados por membros da oposição, desafiaram a proibição imposta pelo governo e marcharam rumo à emblemática Praça Taksim, que está selada por um impressionante dispositivo policial. 10.000 polícias foram mobilizados para a cidade.

Mesmo assim, por entre os confrontos, um grupo com cerca de meia centena de manifestantes conseguiu entrar na praça, que foi o epicentro da revolta de 2013 contra a deriva autoritária do agora presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan.

Ao inicio da tarde, a polícia dava já conta de mais de 130 detenções na maior cidade da Europa. Entre os detidos está pelo menos um dos candidatos da oposição às eleições legislativas agendadas para dentro de pouco mais de um mês.

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "//connect.facebook.net/en_US/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, 'script', 'facebook-jssdk'));> Turkish police fired tear gas and water cannon at hundreds of stone throwing May Day protesters, after they defied a ban and tried to march on Istanbul's Taksim Square. (Anadolu agency)

Posted by euronews on Friday, May 1, 2015

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mais de 40 ativistas LGBTQ detidos em Istambul

Marcha do Orgulho Trans reprimida pela polícia em Istambul

Geórgia numa encruzilhada à medida que lei da influência estrangeira aprofunda divisões