A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Exposição retrata altos e baixos da vida de Edith Piaf

Exposição retrata altos e baixos da vida de Edith Piaf
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Uma exposição em Paris retrata a vida e a obra de Edith Piaf. A voz mais célebre da canção francesa nasceu na miséria. Graças ao talento, tornou-se num símbolo da França.

Ela foi uma mulher impressionante. Viveu coisas terríveis a apesar disso conseguiu chegar longe.

A exposição reúne centenas de objetos, incluindo cartazes, cartas, fotografias e filmes. O espaço divide-se em quatro temas: a canção, o amor, a mulher do povo e a lenda.

“Graças à cenografia, à dimensão sonora e audiovisual, o público mergulha no universo de Piaf, nos diferentes universos de Piaf. Há uma série de surpresas do início ao fim da exposição”, salientou Joël Huthwohl, comissário da exposição.

Edith Piaf teve uma infância extremamente difícil marcada pelo abandono e pelos maus tratos. Começou a trabalhar num cabaret aos vinte anos, em Paris. Apesar das tragédias porque passou, era vista como uma mulher generosa e, hoje, continua a ser alvo de admiração.

“Sinto-me emocionada, ela foi uma mulher impressionante. Ela viveu coisas terríveis a apesar disso conseguiu chegar longe, em relativamente pouco tempo, é impressionante. A voz dela é poderosa”, afirmou uma visitante.

A exposição pode ser visitada na Biblioteca Nacional de França, em Paris até 23 de agosto.