A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Iémen: Menos de um dia para início de cessar-fogo

Iémen: Menos de um dia para início de cessar-fogo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Começa na terça-feira um cessar-fogo entre rebeldes xiitas “huthis” e as forças governamentais, no Iémen.

Os contestatários aceitaram umas tréguas humanitárias propostas pela Arábia Saudita, que encabeça a coligação internacional e que tem realizado vários ataques aéreos no país.

Depois de semanas de intensos ataques a situação humanitária no país é preocupante.

Um habitante de Aden afirma que não há água, nem eletricidade e que as crianças têm as barrigas inchadas pois não há medicamentos.

Em Sanaa, depois de uma noite de intensos os raides aéreos, contra posições rebeldes, os aviões da coligação internacional bombardearam a residência do antigo presidente do Iémen, Ali Abdallah Saleh.

Acredita-se que o antigo chefe de Estado esteja, atualmente, fora da capital iemenita.

As Nações Unidas estimam que já morreram mais de 1400 pessoas desde o início da ofensiva aérea da coligação internacional, a 26 de março.