EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Indonésia e Malásia criam abrigos temporários para acolher migrantes

Indonésia e Malásia criam abrigos temporários para acolher migrantes
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

A Indonésia criou abrigos temporários para acolher os últimos migrantes vindos do Myanmar e do Bangladesh. A Malásia está a seguir o mesmo

PUBLICIDADE

A Indonésia criou abrigos temporários para acolher os últimos migrantes vindos do Myanmar e do Bangladesh. A Malásia está a seguir o mesmo procedimento.

Andam à deriva e chegam a terra exaustos, atordoados e sem abrigo. São cidadãos maioritariamente de etnia Rohingya, um povo perseguido.

Os traficantes abandonaram navios repletos de migrantes, muitos deles com fome e doentes, na sequência de uma operação contra o tráfico de pessoas na Tailândia.

A Tailândia é o primeiro destino para os muçulmanos Rohingya – que fogem às perseguições no Myanmar e no Bangladesh.

O país não está a acolher refugiados em abrigos, mas não recusa prestar assistência em casos de emergência e participa em operações de resgate em alto mar.

A ONU descreve estes recém-chegados como um povo sem pátria e uma das minorias mais perseguidas no mundo. Este mês, já foram resgatadas mais de 3 mil pessoas nas costas da Indonésia e da Malásia

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Indonésia: Encontrados restos mortais de mais cinco alpinistas apanhados por erupção vulcânica

Erupção vulcânia na Indonésia mata 11 alpinistas, haverá vários desaparecidos

Mais de 200 novos refugiados rohingya chegaram à Indonésia