Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Burundi: líder da oposição assassinado na capital apesar de trégua nos protestos

Burundi: líder da oposição assassinado na capital apesar de trégua nos protestos
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A trégua nas manifestações contra o presidente do Burundi não evitou novos episódios de violência.

Segundo a agência AFP, o líder de um pequeno partido da oposição foi assassinado, juntamente com o guarda-costas, em Bujumbura.

Na sexta-feira, o primeiro ataque com granadas na capital, que fez pelo menos três mortos e mais de uma dezena de feridos num mercado, veio contribuir para o clima de instabilidade e angústia. Bujumbura é palco desde o fim de abril de protestos contra Pierre Nkurunziza, que pretende candidatar-se a um terceiro mandato. Os líderes da contestação interromperam as manifestações para um diálogo com o governo, mediado pela ONU e pela União Africana.

Na vizinha Tanzânia, as autoridades disseram que os campos de refugiados estão sobrelotados com os burundianos que fogem da instabilidade no seu país. Segundo a ONU, cerca de 3000 refugiados foram infetados por uma epidemia de cólera.