EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Líbia: Governo rebelde apela à "mobilização" contra o avanço do grupo EI

Líbia: Governo rebelde apela à "mobilização" contra o avanço do grupo EI
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O governo rebelde da Líbia apelou a uma “mobilização urgente” contra o grupo Estado Islâmico (EI), depois do grupo islamita ter reivindicado um

PUBLICIDADE

O governo rebelde da Líbia apelou a uma “mobilização urgente” contra o grupo Estado Islâmico (EI), depois do grupo islamita ter reivindicado um atentado suicida, este domingo, nos arredores da cidade de Misrata.

Pelo menos cinco pessoas morreram e oito ficaram feridas na sequência de um atentado com uma viatura armadilhada contra um posto de controlo a oeste da cidade, controlada pelas milícias da “Aurora Líbia”, que contestam o governo reconhecido internacionalmente, baseado em Tobruk.

Men surround crater left by #IS suicide car bomb in Misrata, #Libya - attacker was in Hyundai Santa Fe. #c4newspic.twitter.com/dJnJ3441WW

— Thom Walker (@thompwalker) May 31, 2015

O líder do executivo da “Aurora Líbia”, Khalifa Ghwell, que desde o verão passado controla a capital, declarou, “nós vamos apoiar o exército, a polícia e as forças revolucionárias no combate contra estes hereges que chegaram à Líbia afirmando que representam o Islão. Pois o Islão não os reconhece”.

O atentado em Misrata ocorre num momento em que o braço líbio do grupo Estado Islâmico controla, desde sexta-feira, o aeroporto de Sirte, na cidade natal de Muamar Kadafi, depois de ter ocupado várias localidades no leste do país, aproveitando-se do conflito entre os dois executivos rivais líbios.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Duas semanas após a catástrofe, Líbia recupera dezenas de corpos no mar

Centenas de manifestantes em Derna num protesto contra as autoridades

Má gestão e corrupção terão amplificado tragédia na Líbia